Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Leões ameaçam família de Bruma

Indivíduo integrava o grupo ao qual pertenciam dois alegados membros da Juve Leo que perseguiram o extremo na madrugada de 12 de julho
2 de Agosto de 2013 às 01:00
Bruma sustenta que contrato com o Sporting acabou em junho
Bruma sustenta que contrato com o Sporting acabou em junho FOTO: Manuel Araújo

Um indivíduo que se apresentou como emissário de Bruno de Carvalho está na Guiné-Bissau a "ameaçar e a pressionar" a família de Bruma, confirmou ontem ao CM Ratcchac N’Bagna, irmão mais velho de Bruma. "Veio a minha casa uma pessoa que disse chamar-se Alfredo Gomes, conhecido por ‘Neto’. Apresentou-se como sócio do Sporting e explicou que o objetivo era marcar uma reunião entre nós, familiares de Bruma, o empresário Catió Baldé e o meu irmão", contou ao Correio da Manhã.

Ratcchac frisou que o alegado emissário dos leões disse que lhe ia passar o telefone para falar com o presidente do Sporting. "Recusei falar com Bruno de Carvalho e avisou-me que Bruma ia ficar muito tempo sem jogar, se não renovar com o Sporting."

Sobre o caso Bruma leia também: Ameaças de morte

‘Neto’ foi uma das pessoas que, acompanhado de elementos que se apresentaram como membros da Juve Leo, cercaram Bruma junto à porta de um hotel de Lisboa, na madrugada de 12 de julho, para o levar à presença de Bruno de Carvalho. O jogador disse que estava acompanhado e que tinha de ir a Massamá. Aceitaram, mas dois perseguiram-no, o que levou Bruma a apresentar queixa na PSP.

Contactada pelo CM, fonte oficial dos leões disse: "O Sporting não mandata ninguém para fazer esse tipo de coisas."

Conheça também O empresário que trouxe Bruma

Sporting Bruma Guiné Juve Leo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)