Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Leões perdem jogo e Rinaudo

O Sporting viu ontem interrompida uma série de dez vitórias consecutivas em jogos oficiais e perdeu frente ao Vaslui, por 1-0. Será caso para dizer que acabou o bom feitiço e veio o enguiço – pela terceira vez os leões visitaram a Roménia e nunca conseguiram sequer um empate. À terceira... não foi de vez.
4 de Novembro de 2011 às 01:00
Cabeceamento de Van Wolfswinkel para defesa apertada de Cerniauskas
Cabeceamento de Van Wolfswinkel para defesa apertada de Cerniauskas FOTO: Bogdan Cristel/Reuters

O jogo começou mal para o Sporting, com a lesão de Rinaudo logo à passagem dos 5 minutos. Os leões temem que tenha fracturado a tíbia e o perónio, o que obrigará a uma longa paragem. E um pouco antes já Bojinov tinha pedido a substituição, com queixas físicas. Domingos não atendeu ao pedido até ao intervalo.

Sentiu-se e muito a falta de Rinaudo. O Sporting não teve a intensidade que costuma ser própria do argentino e sofreu um golo por abordagem macia. O defesa Zmeu aproveitou uma confusão na área na sequência de um canto, rematou e a bola desviou em Pereirinha e entrou na baliza.

Do Sporting, diga-se, também se viu muito pouco que representasse perigo para a baliza romena, a não ser numa jogada à linha de Carrillo culminada com disparo forte, mas à figura de Cerniauskas e depois num livre de Matías, para nova defesa do lituano. E bem perto do intervalo, o búlgaro Bojinov rematou a rasar o poste. Pouco para quem tanto prometia depois de dez vitórias consecutivas.

Na segunda parte, apesar de o Sporting nunca ter sido uma equipa inspirada, chegaram situações de maior perigo, com Peririnha e Wolfswinkel a definirem muito mal os lances na área.

Domingos lançou ainda mais um ponta-de-lança, Diego Rubio, mas a saída de Matías só mostrou que faltava quem levasse a bola para a frente com critério. O Sporting tentou mais com o coração do que com a cabeça e viu, ainda, uma falta sobre Rubio na área não ser assinalada.

FALTOU FITO À EQUIPA

Marcelo - Sem culpas no lance do golo, evitou o 2-0 com uma excelente defesa a remate de Bello (48') e mostrou segurança nos cruzamentos. Sem muito trabalho, foi o mais regular.

Pereirinha - Concentrado, fechou bem o lado direito e ajudou Carriço ao meio. Lançou um contra-ataque perigoso (18'), fez um corte providencial (27') e teve um bom lance ofensivo, mas o centro saiu largo (60').

Carriço - Lento e macio, deu muitos espaços na primeira parte e perdeu várias bolas divididas, inclusive no lance do golo.

Rodríguez - Melhor do que o companheiro no eixo defensivo, foi dos poucos leões que ganhou lances aéreos.

Evaldo - Exibição fraca. Subiu muito pelo flanco esquerdo - sem aproveitamento - e deixou espaços nas costas. Incrível o número de bolas que perdeu.

Fito Rinaudo - Lesionou-se sozinho aos 5' e a equipa ressentiu-se.

Matías - De regresso à zona central, não foi o comandante que se esperava. Ainda assim, marcou um livre perigoso (34') e, mesmo antes de sair, fez um passe genial para Wolfswinkel (63'), que quase dava golo.

Schaars - Processos simples e boa visão de jogo, mas menos influência do que é habitual.

Carrillo - Tecnicista, veloz e criativo, teve três ou quatro arrancadas fulgurantes onde só pecou no último passe. No entanto, abusou das iniciativas individuais.

Capel - Tentou verticalizar o jogo leonino e, embora tenha sentido dificuldades para chegar à linha, foi dos mais inconformados.

Bojinov - Andou escondido e nunca foi servido em condições. Na única oportunidade de que dispôs quase marcou: o toque em jeito passou rente ao poste.

André Santos - A fazer a vez de Rinaudo, faltou-lhe a agressividade defensiva do argentino. Após a saída de Matías, passou a comandar o meio-campo ofensivo. Regular.

Van Wolfswinkel - Trouxe maior mobilidade ao ataque e esteve muito perto do golo num desvio que saiu ao lado (63').

Rubio - Mostrou falta de entrosamento com Wolfswinkel. Sofreu falta na área romena (90+3'), que o árbitro considerou simulação. 

DOMINGOS PACIÊNCIA: "FICOU POR ASSINALAR UM PENÁLTI"

"Foi uma noite em que nada correu bem ao Sporting. Além disso ficou por assinalar um penálti a nosso favor, por falta sobre Rubio", foi este o desabafo de Domingos Paciência que viu interrompida a série de 10 vitórias consecutivas em jogos oficiais.

Sobre as mudanças efectuadas na equipa, o técnico leonino explicou: "Tiveram a ver com a gestão de esforço dos jogadores, pois há um jogo importante com a União de Leiria no domingo".

Apesar da derrota, Domingos tentou defender o grupo: "Não se pode apontar falta de ambição aos jogadores. Não é pelas alterações que fiz que perdemos o jogo". Sobre a lesão de Rinaudo, o treinador confidenciou: "Falei com ele ao intervalo e disse-me que se lesionou sozinho, por isso só pode ser grave".

FICHA DE JOGO

LIGA EUROPA 4.ª Jornada - Grupo D

Estádio Ceahlaul - Assistência: 2500

VASLUI: Cerniauskas, Milanov, Papp, Farkas, Milisavljevic, Zmeu, Pavlovic (Costin 79'), Neagu (Jovanovic 43'), Adaílton, Sânmärtean (Gheorghiu 89'), Bello.

Treinador: Viorel Hizo

SPORTING: Marcelo, Pereirinha, Daniel Carriço, Rodríguez, Evaldo, Rinaudo (André Santos 12'), Matías Fernández (Diego Rubio 65'), Schaars, Carrillo, Capel, Bojinov (Wolfswinkel 46').

Treinador: Domingos Paciência

Golos: 1-0 Zmeu (30')

Árbitro: Kristinn Jakobsson (Islândia) 4

Disciplina: AMARELOS: Carrilo (28'), Papp (41'), Sânmärtean (55'), Milanov (90'+2) e Diego Rubio (90'+3).

Figura do jogo: Marcelo, guarda-redes, 26 anos

SPORTING VASLUI LIGA EUROPA ROMÉNICA GRUPO D RINAUDO DOMINGOS PACIÊNCIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)