Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

CM revela queixas do Sporting contra Marco

Treinador está mais longe de Alvalade.
Filipe António Ferreira e Octávio Lopes 3 de Junho de 2015 às 02:00
Marco  Silva, de 37 anos, tinha contrato com os leões até 2018
Marco Silva, de 37 anos, tinha contrato com os leões até 2018 FOTO: Fernando Ferreira
O Sporting tem uma lista de queixas sobre Marco Silva que deve sustentar o afastamento do técnico, apurou o CM.

As posições entre o treinador e o presidente Bruno de Carvalho estão extremadas e o CM sabe que os primeiros focos de tensão surgiram na pré-época, com Marcos Rojo no centro dos desentendimentos. Num jogo do troféu Teresa Herrera, a Doyen (na altura detentora de 50% dos direitos económicos do argentino) pediu ao Sporting que o defesa não fosse utilizado. A SAD recusou o pedido, pelo que o jogador acabou por ser convocado. Só que Marco Silva, cujo empresário é Carlos Gonçalves (amigo de Nélio Lucas, responsável pela Doyen), resolveu não utilizar o defesa, apurou o CM junto de fonte do clube. "Não tenho que dar qualquer justificação", terá dito na altura Marco Silva aos responsáveis leoninos. O técnico dos leões terá visto também a tentativa de agressão de Rojo a Bruno de Carvalho, mas, segundo as mesmas fontes, disse não ter presenciado nada.

Ainda antes do início da época, Slimani também recusou alinhar num jogo. Em conferência de imprensa, Marco Silva, sabendo dessa recusa, afirmou desconhecer os motivos da ausência do argelino. A contratação de Ewerton em janeiro foi igualmente foco de desentendimento. Segundo avançou a mesma fonte ao CM, o técnico deu o aval à contratação do brasileiro mesmo sabendo que não iria jogar no imediato, devido a uma lesão. Mais tarde terá dito ao presidente que não se responsabilizava pela contratação.

No início da época, Bruno de Carvalho exigiu ao técnico uma aposta clara nos jogadores da formação, algo que raramente aconteceu (Tobias Figueiredo foi a exceção). Ficou ainda mais vincada a diferença entre técnico e presidente quando Marco Silva justificou os penáltis feitos pelo internacional sub-21 com a juventude. A SAD, apurou o CM, queria que o treinador justificasse as falhas pelas circunstâncias de jogo.

Na segunda-feira, Bruno quis reunir-se com o técnico, mas este ter-se-á recusado. Alegou que só estaria disponível após um curso de treinadores, que decorre em Fátima.
Ver comentários