Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Lóbi do Porto pressiona Madaíl

Pinto da Costa e o empresário Joaquim Oliveira estão a exercer forte pressão sobre Gilberto Madaíl para que o presidente da Federação Portuguesa de Futebol mantenha Carlos Queiroz no cargo de seleccionador, apurou o CM, depois das ofensas do técnico a Luís Horta [director da Autoridade Antidopagem de Portugal], no dia 16 de Maio, às 07h45, na Covilhã. "Proferir um desabafo não é perturbar o que quer que seja", alegou Rui Patrício, um dos quatro advogados que Queiroz contratou para o defender no processo.
11 de Agosto de 2010 às 00:30
Carlos Queiroz chegou à sede da Federação Portuguesa de Futebol pouco depois das 14h30 e entrou ao volante do seu carro para a garagem
Carlos Queiroz chegou à sede da Federação Portuguesa de Futebol pouco depois das 14h30 e entrou ao volante do seu carro para a garagem FOTO: Bruno Colaço

Mas, sabe o CM, o que está em causa é concluir se Queiroz perturbou ou não o controlo antidoping aos jogadores da Selecção. O CM sabe que as sete (das nove arroladas) testemunhas de defesa de Queiroz foram ontem ouvidas por uma instrutora que trabalha há sete anos na Federação e é jurista. Faz parte da Comissão de Inquérito e Sindicância da FPF. O processo, pelo seu carácter de urgência, não terá relatório final. A decisão do Conselho de Disciplina da Federação, presidido por Arnaldo Marques da Silva, deverá ser conhecida durante a próxima semana.

A estratégia da defesa de Queiroz é tentar convencer a instrutora do processo de que as ofensas são linguagem comum no futebol.

Mas Queiroz está cada vez mais isolado. Todos os directores e vice-presidentes da FPF querem a demissão do seleccionador, pelo fraco resultado no Mundial e por as selecções jovens não terem evoluído. Carlos Queiroz não assumiu a obrigação de ter de pedir desculpa a Luís Horta. 'Não foi possível as pessoas dialogarem, mas não sou responsável por isso. É uma tempestade num copo sem água, mas as regras foram estas. Tenho de jogar o jogo para o qual fui empurrado.'

Junto da maioria dos jogadores, a relação não é a melhor, e daí o facto de nenhum dos convocados para a África do Sul ter sido arrolado como testemunha – Cristiano Ronaldo, Deco e Hugo Almeida manifestaram-se contra decisões tácticas do seleccionador.

'PARA CHAMUSCAR E QUEIMAR'

'Manchar a imagem de Queiroz? Acho que isto é para chamuscar e queimar', disse Pinto da Costa, uma das testemunhas abonatórias do seleccionador nacional, não excluindo a possibilidade de o assunto ter contornos políticos. 'Admito que tenha um sentido político por um Secretário de Estado [Laurentino Dias] falar de um caso grave e das suas consequências sem ser conhecido o desfecho'. Pinto da Costa foi demolidor a classificar o processo. 'Vir alguém como o Sir Alex Ferguson de Inglaterra para isto, é rídiculo. Vai encher de ridículo a Federação e as pessoas que estão por trás disto, colocando em causa a candidatura portuguesa ao Mundial de 2018 e 2022'.

'CARLOS É UM GENTLEMAN'

Alex Ferguson, treinador do Manchester United, veio expressamente a Portugal para depor em favor de Queiroz. Foi o primeiro a ser ouvido e no final revelou o teor das suas declarações: 'É lamentável a instauração deste processo. O Carlos é um gentleman , por isso espero que tudo fique resolvido já hoje [ontem]', disse. E acrescentou: 'É uma pena que a luta contra o doping exija um nível tão elevado de acesso aos jogadores. Queiroz estava a preparar o Mundial e terá considerado isso uma interferência. Mas é uma pessoa que sempre afrontou o doping, conheço-o muito bem e trata-se de um treinador fantástico, que inspira os jovens. Por isso, estou aqui para o ajudar.'

OS REGIONALISMOS DE PINTO DA COSTA

Pinto da Costa usou da ironia e de um certo regionalismo para desvalorizar as ofensas de Queiroz. 'Lá no Norte se alguém perguntar: 'Oh filho da p***, tudo bem?, ninguém vai achar que está a ofender a sua mãe', disse, entendendo que se estão a desviar atenções. 'Nos próximos 15 dias não se vai falar do Freeport, da Casa Pia, só de uma frase horrorosa do Queiroz'. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)