Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Lopetegui diz Espanha acordou tarde na luta contra coronavírus e 'ignorou' caso de Itália

Antigo treinador do FC Porto considerou que as federações nacionais e a UEFA tomaram as "decisões que tinham que ser tomadas".
Lusa 23 de Março de 2020 às 15:50
Lopetegui
Lopetegui FOTO: Reuters
O treinador de futebol do Sevilha, Julen Lopetegui, lamentou que Espanha tenha acordado tarde na luta à pandemia de Covid-19, e que não tenha dado a devida importância ao que já estava a acontecer em Itália.

"Tivemos um exemplo muito próximo, aqui ao nosso lado, em Itália, a olhámos para esse problema demasiado tarde. Por alguma razão, não fomos prevenidos. Não houve intuição que o cenário dramático que existia em Itália, também podia suceder no nosso país. É claro que as medidas tomadas inicialmente não foram suficientes", afirmou Lopetegui, em declarações à rádio Sevilha.

O antigo treinador do FC Porto (2014-2016) considerou que as federações nacionais e a UEFA, que adiou o Euro2020, tomaram as "decisões que tinham que ser tomadas" e lembrou que, neste momento, o "futebol é algo secundário".

"A prioridade é a saúde. Agora, estamos todos nas trincheiras. Não é hora de discutir se as medidas foram oportunas ou oportunistas. Haverá tempo para analisar essas responsabilidades. Agora, o importante é lutar contra um inimigo comum", frisou o treinador de 51 anos.

O antigo guarda-redes e ex-selecionador espanhol confessou ainda que algumas pessoas "por quem tinha muito carinho" já perderam a vida devido ao novo coronavírus.

De acordo com os últimos dados, em Espanha, 33.089 pessoas já foram infetadas pelo vírus e 2.206 morreram.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 341 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas. O país está em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Julen Lopetegui Sevilha Itália Espanha Covid-19 questões sociais desporto futebol
Ver comentários