Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Loureiro traça cenário positivo

O presidente do Boavista, João Loureiro, garantiu ontem que “mais de 70 por cento” dos problemas financeiros do clube “estão resolvidos” e apelou à “união” em detrimento da “instabilidade”, em vésperas de assembleia geral.
7 de Setembro de 2007 às 00:00
João Loureiro admite 'crescimento sustentado'
João Loureiro admite 'crescimento sustentado' FOTO: João Abreu Miranda / Lusa
Num depoimento escrito enviado à Lusa, o líder dos axadrezados afiançou ainda que “qualquer instabilidade ou paragem nas reformas em curso poderá trazer problemas maiores e graves no futuro”.
O Grupo Boavista (clube e SAD) tem um passivo entre os 30 e os 35 milhões de euros, sendo 23 milhões referentes a um financiamento junto da banca para pagar o novo Estádio do Bessa, um dos dez recintos do Euro’2004, que custou 50 milhões.
“O restante tem origens diversas e está relacionado com outros financiamentos, acordos de pagamentos com antigos jogadores, crédito corrente a fornecedores, etc.”, explicou Loureiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)