Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Lourenço quer marcar mas sem festa

Lourenço, jogador emprestado pelos ‘leões’ à U. Leiria e que recuperou a titularidade na última partida (bisou frente ao Gil Vicente), é um dos trunfos do técnico Jorge Jesus para a partida de hoje em Alvalade, com o Sporting. Se apontar um tento ao clube que o formou, o avançado assume que ficará feliz.
4 de Novembro de 2005 às 00:00
Lourenço bisou na última partida frente ao Gil Vicente
Lourenço bisou na última partida frente ao Gil Vicente FOTO: Paulo Henriques/Record
“Sim, fico contente, mas ficarei mais feliz se o Leiria ganhar e eu não marcar”, afirma o ponta-de-lança, assegurando que se recusa, ainda assim, a festejar qualquer golo, caso ele ou um dos seus companheiros de equipa marquem em Alvalade. Lourenço guarda boas recordações do novo técnico do Sporting, Paulo Bento, enquanto ex-colega de equipa, e deseja-lhe “tudo de bom” enquanto treinador, mas espera que “não comece agora”, frente à União, a recuperação dos ‘leões’.
Para o treinador Jorge Jesus, a U. Leiria “está a respirar saúde física e psicológica” e, por isso, o objectivo do técnico frente ao Sporting não podia ser mais claro: o triunfo. “Nada nos vai inibir de ter o pensamento na vitória. Queremos continuar a somar pontos e o Sporting não vai mudar a nossa identidade”, afiança o treinador, moralizado pelas últimas e consecutivas três vitórias para o campeonato, nas quais o Leiria também somou nove golos (três por jogo).
Nos convocados há a registar as entradas de Nené, Tixier e Fábio Felício (que cumpriu um jogo de castigo) e as saídas de Touré (lesionado) e Costinha (a contas com uma gripe).
São estes os eleitos: Fernando, Quievreux; Laranjeiro, Renato, João Paulo, Alhandra, Gabriel e Éder; Kata, Paulo Gomes, Nené, Tixier, Miramontes e Harison; Cadu, Paulo César, Fábio Felício, Lourenço, Ferreira e Maciel.
Ver comentários