Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Luís Filipe Vieira: “Gostava de ter ganho mais”

"Gostava de ter ganho mais vezes, mas sem todo este trabalho que diariamente é desenvolvido no clube, estaríamos mais longe de conseguir esse objectivo e, mais perto, bem mais perto, de ficarmos reféns nas mãos de algum outro oportunista que tudo promete e nada faz", disse ontem Filipe Vieira, na Bairrada (Anadia), onde confirmou que, pela 4ª vez, vai candidatar-se às eleições do Benfica (26 de Outubro).

14 de Outubro de 2012 às 01:00
Filipe Vieira jantou ontem com adeptos do Benfica num restaurante na Bairrada (Anadia)
Filipe Vieira jantou ontem com adeptos do Benfica num restaurante na Bairrada (Anadia) FOTO: Paulo Novais/Lusa

O líder das águias, de 63 anos, lembrou que o Benfica foi o "único clube português" que se "manteve firme" e não "renegociou os seus direitos televisivos" com a Olivedesportos, e frisou que a presidência do clube não é uma "profissão, nem um emprego remunerado". "Quando tal acontecer, parte da nossa história está comprometida."

Sem citar nomes, Vieira reconheceu que já cometeu erros, que não mencionou, e assegurou que as contas do Benfica são "transparentes e não escondem nem dívida nem passivo". "Não dizem que o capital próprio é positivo quando é negativo", vincou, sublinhando que os encarnados são o "único clube português a integrar o projecto da UEFA do fair-play financeiro".

A concluir, sem mencionar a candidatura de Rui Rangel, falou do próximo acto eleitoral: "Espero que (...) quem ganhar as eleições, tenha a tranquilidade para trabalhar sem ruído e sem perturbações. Que o resultado e a vontade dos sócios sejam respeitados por todos, mesmo aqueles que promovem a instabilidade e que se escondem na sombra."

RANGEL QUER JESUS SÓ NO CAMPO

lJorge Jesus deixará de controlar as contratações do Benfica, caso Rui Rangel ganhe as eleições dia 26 de Outubro. Fonte próxima da candidatura do juiz, de 54 anos, disse ontem ao CM que Rangel considera Jesus um bom treinador, mas "o seu papel terá de ser o de treinar e nada mais que isso". "Todas as contratações serão analisadas pelo presidente", frisou, assegurando que "Jesus não está em equação". "Se as eleições fossem em Março ou Abril essa questão ainda se poderia pôr, mas em Outubro manda o bom senso não falar nisso, pois ainda faltam 2/3 da Liga para jogar" concluiu. O CM contactou Cunha Leal, responsável pelo futebol do clube entre 92 e 94, com Jorge de Brito, e que tem sido apontado como futuro ‘vice' de Rangel, mas o jurista limitou-se a dizer que só falará após a apresentação da candidatura (amanhã, 20h00).

REFORÇO POLICIAL NA BAIRRADA

A GNR reforçou ontem a segurança com um pelotão de intervenção rápida junto ao restaurante, em Anadia, onde Filipe Vieira anunciou que ia recandidatar-se à presidência do Benfica. Segundo soube o CM, tal foi feito depois de a Casa do Benfica da Bairrada, de acordo com uma fonte das águias, ter sido alertada, através de telefonemas, que um grupo "de mais de vinte elementos" das claques do clube (descontentes com a actual direcção) "deixou Lisboa" rumo à Bairrada, "com o intuito de provocar distúrbios".

Vieira chegou a Anadia às 20h25 de ontem e entrou "sem problemas" no restaurante (o prato principal do jantar foi leitão), onde o esperavam cerca de 500 adeptos do Benfica.

LUÍS FILIPE VIEIRA BENFICA ELEIÇÕES CLUBE ANADIA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)