Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Madaíl recusa “alimentar boatos ou guerras verbais”

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) recusou esta sexta-feira "alimentar boatos ou guerras verbais" quanto à participação nacional no Mundial de 2010 e afirmou que Portugal cumpriu o "objectivo mínimo de passar a primeira fase".
2 de Julho de 2010 às 12:29
Madail analisou prestação em reunião de direcção da FPF
Madail analisou prestação em reunião de direcção da FPF FOTO: Bruno Pires/Record

"Mais do que entrar em especulações, alimentar boatos ou guerras verbais, resta-nos analisar, em reunião de direcção, como sempre acontece após fases finais, nova participação de Portugal no maior palco futebolístico mundial, no sentido de identificar as medidas que podemos tomar para que estejamos mais fortes", disse Gilberto Madaíl ao site da FPF.  

O dirigente lembrou que a equipa das 'quinas' perdeu frente à campeã da Europa (Espanha, segunda classificada do ranking FIFA), "pela margem  mínima e com um golo que não devia ter contado".  

"Não saímos da África do Sul quando queríamos, não chegámos onde sonhávamos, mas voltámos para casa de cabeça erguida, tendo a consciência de que todos fizeram o seu melhor para que tivéssemos obtido outro resultado", sublinhou o líder federativo.  

Madaíl recordou que Portugal ficou entre os 16 primeiros e só regressou a casa "depois da Itália, campeã do Mundo, ou a França já se terem despedido  da África do Sul".  

"Mesmo estando enquadrados no chamado grupo da morte', no qual enfrentámos o Brasil - líder do ranking mundial -, cumprimos o objectivo mínimo de passar a primeira fase", afirmou.  

O presidente da FPF enalteceu ainda o "profissionalismo, empenho, competência e enorme vontade" com que os jogadores, técnicos e membros da Selecção Nacional "encararam a presença de Portugal na África do Sul".  

"Acompanhei de perto os trabalhos da equipa ao longo das últimas semanas e pude testemunhar o profissionalismo, a competência e enorme vontade que todos tinham em ter ido mais longe", concluiu.  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)