Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Mais últimos

Num jogo entre os últimos classificados da Liga, a ânsia pelos pontos foi determinante para o final. A 1.ª parte foi pouco agradável. Penafiel e Gil Vicente apresentaram um futebol descolorido e o desafio só conheceu alguma animação após os golos.
20 de Março de 2006 às 00:00
Os ‘gilistas’ marcaram primeiro, por Gregory (60’), após um canto cobrado por Nandinho. Cinco minutos volvidos, Bibishkov, a passe de Diallo, restabeleceu a igualdade. Do lado do Penafiel, só Bruno Amaro arriscou, e sempre de longe (14’ 23’ e 34’), ao passo que o adversário logrou incomodar Nuno Santos em apenas duas ocasiões.
Após os tentos, o jogo ganhou novo alento e as ocasiões sucederam-se nas duas balizas, com o Penafiel, numa surpreendente reacção, a pôr à prova Paulo Jorge, o melhor da equipa de Barcelos, que segurou o empate.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)