Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Manchester afunda Liverpool

O Manchester United venceu o Liverpool por 2-0 e mantém a liderança repartida da Liga inglesa de futebol, a par do Chelsea, que jogou de véspera. Ambos somam agora 22 pontos e assumem-se, para já, como candidatos prioritários ao título.
23 de Outubro de 2006 às 00:00
No jogo grande da ronda, o Liverpool voltou a desiludir e afunda-se na tabela, jornada após jornada, seguindo a meio da tabela com uns tristes onze pontos, metade dos dos líderes. Alex Ferguson, técnico do Manchester, nem precisou de utilizar toda a ‘artilharia’ para bater os ‘reds’, pois Cristiano Ronaldo nem saiu do banco de suplentes. O primeiro golo do jogo aconteceu aos 39 minutos e foi apontado por Paulo Scholes, que desta forma assinalou de forma indelével a 500.ª presença em jogos oficiais do Manchester United. Um número realmente impressionante.
Na segunda parte a toada do jogo manteve-se. Com mais posse de bola, maior número de remates à baliza e melhor qualidade de jogo, o Manchester United chegou com naturalidade ao 2-0, por Rio Ferdinand, com um remate de pé esquerdo desferido no interior da área do Liverpool.
Nos restantes jogos ontem realizados merece destaque a vitória do Bolton no terreno do Blackburn Rovers (1-0, golo de Ivan Campo), resultado que lhes permite continuar, de forma sensacional, no terceiro lugar, a apenas dois pontos da liderança.
O Arsenal, adversário do FC Porto no Grupo G da Liga dos Campeões, goleou fora de casa o Reading, por 4-0, com golos de Henry (primeiro minuto de jogo e aos 70, de grande penalidade), Hleb (39’) e Van Persie (50’). Os ‘gunners’ ascenderam ao 4.º lugar.
Ver comentários