Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Maniche quer brilhar no clássico

Maniche deve ser titular no onze do Sporting para a recepção ao FC Porto. Depois de cumprir dois jogos de suspensão, devido à expulsão frente ao V. Guimarães (derrota por 3-2), o médio volta a merecer a confiança do técnico Paulo Sérgio.
24 de Novembro de 2010 às 00:30
Maniche esteve suspenso dois jogos por ter agredido (pontapé) o jogador Pedro Miguel, do V. Guimarães (2-3)
Maniche esteve suspenso dois jogos por ter agredido (pontapé) o jogador Pedro Miguel, do V. Guimarães (2-3) FOTO: Pedro Simões/Record

Ao que o CM apurou, Maniche já fez saber, no seu círculo de amigos, que encara o clássico de sábado como um dos jogos mais importantes da sua carreira. Mais: o jogador frisou que quer apagar a má imagem deixada no encontro com os vimaranenses – agrediu Rui Miguel quando o Sporting vencia por 2-0 – e realizar uma grande exibição frente ao seu antigo clube (2002 a 2005), de forma a redimir-se perante a massa associativa leonina.

Em vésperas da escaldante partida com os dragões, o internacional português, de 33 anos, está supermotivado e já deu garantias à equipa técnica de que pretende mostrar o seu real valor e profissionalismo dentro de campo. Outro dos objectivos do médio, sabe o CM, é demonstrar que a sua mudança para Alvalade não se deve à amizade de longa data com Costinha, director para o futebol dos leões, mas sim ao seu valor e àquilo que ainda pode dar ao clube.

Assim, mais do que uma prova de profissionalismo, encara o embate com o FC Porto como a possibilidade de convencer os adeptos do seu verdadeiro sportinguismo.

Paulo Sérgio ficou profundamente desiludido com a atitude do jogador na 10ª jornada com os minhotos, mas encara-o como uma peça basilar no meio-campo leonino.

Desta forma, após ter desfalcado o Sporting nos triunfos (2-1) sobre a Académica, em Coimbra (Liga), e Paços de Ferreira (1-0, na Taça de Portugal), em Alvalade, Maniche está de regresso ao onze.

Com nove jogos realizados, o médio é o 5º leão com mais minutos na Liga (792), atrás de Patrício (990), Evaldo (990), Carriço (965) e João Pereira (855).

LIEDSON APONTA AO TÍTULO

"O meu grande objectivo é ser campeão, não o melhor marcador. Tenho a certeza de que, antes de sair do Sporting, vou conseguir esse objectivo e espero que seja já este ano", disse Liedson em entrevista ao jornal do Sporting.

O ‘Levezinho’ adiantou ainda que espera terminar a carreira ao serviço dos leões. Sobre o clássico de sábado, foi peremptório: "Vencer e partir para uma grande época." Arredado da última convocatória de Paulo Bento (4-0 à Espanha), o luso-brasileiro, de 32 anos, frisou no entanto estar "totalmente disponível" para ajudar a Selecção na qualificação para o Euro’2012.

400 AGENTES EM ALVALADE

O clássico é considerado como um jogo de alto risco, pelo que a PSP deve destacar mais de 400 agentes para o embate de sábado em Alvalade. As claques do FC Porto vão merecer especial atenção, bem como as do clube da casa.

A PSP quer impedir a entrada de petardos no recinto, de forma a evitar incidentes como o ocorrido no passado domingo, no jogo com o P. Ferreira (1-0), quando a explosão de um petardo fez um adepto de uma claque do Sporting perder três dedos.

MEIO-CAMPO REFORÇADO

Uma das estratégias de Paulo Sérgio para o clássico passa pelo bloqueio do meio-campo do FC Porto. O objectivo é tentar impedir que Belluschi ou João Moutinho se aproximem da linha mais avançada dos dragões, como sucedeu com o Benfica (5-0). Assim, o técnico deve reforçar o centro do terreno, apostando em Pedro Mendes, André Santos e Maniche.

O OLHAR DO ADEPTO

AMBIENTE PODE AFECTAR EXIBIÇÃO DE JOÃO MOUTINHO?

Conhecida a alergia do presidente leonino à podridão, nomeadamente à das maçãs, é natural que o ambiente afecte Moutinho, o que não me preocupa nada dado ele já não envergar a camisola do Sporting. Inquietante é, para mim, a atmosfera que irá envolver Yannick Djaló após o anúncio de querer sair do clube já em Janeiro — foi assim que o agora médio portista começou a ‘apodrecer’. - João Braga, Fadista - Sporting

Moutinho não se deixará afectar. Em primeiro lugar, é um jogador de grande qualidade técnica e psicologicamente também é muito forte. Em segundo, o Sporting é um clube de pessoas civilizadas, apesar de poder haver uma ou outra manifestação sem grande impacto. Moutinho, como profissional de futebol, fez o que milhares de jogares fazem: saiu de um clube e entrou noutro. - Hernâni Gonçalves, Comentador - FC Porto

MANICHE CLÁSSICO FUTEBOL FC PORTO SPORTING
Ver comentários