Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Manuel José: "O povo egípcio gosta de mim e foi isso que me salvou"

No regresso a Portugal, onde vai estar durante duas semanas, Manuel José, o treinador do Al Ahly, elogiou na manhã deste sábado a simpatia e a afectividade do povo egípcio e garante que "é graças a isso que estou aqui hoje" depois da tragédia de quarta-feira no jogo entre o seu clube e o Al-Masri, quando uma invasão de campo provocou a morte de 74 pessoas.
4 de Fevereiro de 2012 às 11:14
Manuel José chegou esta manhã ao Porto, onde ficará duas semanas
Manuel José chegou esta manhã ao Porto, onde ficará duas semanas FOTO: Pedro Lourenço Ferreira

"O futebol deve continuar como homenagem às pessoas que morreram. Temos que honrar a paixão que têm pelo clube e torná-lo ainda melhor", disse o treinador português, em declarações aos jornalistas no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Manuel José quer regressar ao Egipto, e ao clube onde treina há oito anos, e considera que os incidentes que aconteceram nada têm a ver com "questões desportivas", mas antes com razões políticas.

"Não temos qualquer prova de que foi organizado, mas que parece, parece", disse o treinador.

 

Manuel José Egipto tragédia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)