Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

MARATONISTA VANDERLEI LIMA RECUSA-SE A VER AGRESSOR

O brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima aceitou as desculpas do seu agressor em Atenas’2004, onde foi agarrado quando caminhava rumo ao ouro, mas escusa-se para já a ter um encontro com o irlandês Cornelius Horan.
11 de Novembro de 2004 às 00:00
“Não estou a dizer que não o quero ver. Mas, creio que se dermos mais publicidade a isto, ele vai voltar a fazê-lo e não estou de acordo com isso”, afirmou o atleta, que acabou por ficar com o bronze.
Lima soube da carta, com o pedido de desculpas do ex-sacerdote irlandês Cornelius Neil Horan, através da Imprensa, em resposta, garante que apenas está disposto a encontrar-se com o irlandês em privado.
Cornelius Horan foi o protagonista do último dia dos Jogos Olímpicos de Atenas2004, ao empurrar Vanderlei de Lima para fora do percurso da maratona, já próximo da meta, quando o brasileiro liderava isolado a maratona.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)