Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Marfim bem afiado

Carlos Queiroz pode apontar no bloco: a Costa do Marfim é um perigo quando ataca. O adversário de Portugal no Mundial carimbou ontem o passaporte para os quartos-de-final do CAN’2010, num jogo em que marcou dois golos quando já estava a jogar com dez.
16 de Janeiro de 2010 às 00:30
Samuel Inkoom, do Gana (à esq.) persegue o avançado marfinense Didier Drogba
Samuel Inkoom, do Gana (à esq.) persegue o avançado marfinense Didier Drogba FOTO: direitos reservados

Por outro lado, a equipa de Drogba mostrou-se frágil na defesa – o Gana nunca soube aproveitar as chances – e a nível emocional: Eboué foi expulso, após entrada bárbara, e o penálti cometido nos descontos era desnecessário.

Porém, quando chega a hora de atacar, cuidado com os ‘Elefantes’. Aos 23’, num rápido contra-ataque, Yaya Touré, Kalou e Gervinho executam uma triangulação perfeita. Gervinho finalizou bem. Aos 67’, Tiéné fez o 2-0, num livre fantástico a 30 metros da baliza. A cereja no topo do bolo chegaria aos 90’, por Drogba, após brilharete de Keita.

OLHAR PORTUGUÊS: LITO VIDIGAL, TREINADOR DO U. LEIRIA

POSITIVO: QUALIDADE INDIVIDUAL

É conhecida a qualidade individual de quase todos os jogadores marfinenses. Esse é o grande trunfo da equipa e isso ficou bem demonstrado com o Gana. Os seus jogadores dispensam apresentações e são preponderantes nos seus clubes. Fisicamente demonstraram estar muito fortes mesmo com um jogador a menos no segundo tempo.

NEGATIVO: JOGO COLECTIVO

Acredito que a grande fraqueza dos africanos é o seu jogo colectivo, apesar do primeiro golo surgir de uma excelente jogada colectiva.

Mas, de resto, tem um jogo muito desligado e esse é um aspecto que Portugal poderá explorar quando as duas selecções se defrontarem no Mundial da África do Sul.

PORMENORES

105 FERIDOS NA FESTA

Cento e cinco pessoas foram assistidas no Hospital Central de Benguela, na sequência dos festejos da vitória (2-0), de quinta-feira, da selecção angolana frente ao Malawi.

FLÁVIO EM DÚVIDA

O avançado de Angola, Flávio – melhor marcador da CAN, com três golos – não treinou ontem devido a uma lesão muscular na perna esquerda e está em dúvida para o jogo de terça-feira com a Argélia. Stélvio fica de fora, por acumulação de cartões.

QUEIROZ NA BANCADA

Carlos Queiroz, seleccionador nacional, assistiu ontem ao jogo da Costa do Marfim, adversário de Portugal no Mundial a disputar na África do Sul.

VÍTIMAS SEPULTADAS

Foram ontem a enterrar as duas vítimas mortais do atentado contra a selecção do Togo, em Cabinda, antes da CAN: Abalo Amelete (técnico adjunto) e Stanislas Ocloo (assessor de imprensa).

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)