Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

MARÍTIMO SOMA SEGUNDO TRIUNFO

O Marítimo ascendeu ontem à liderança da SuperLiga, depois de derrotar fora de casa o Alverca, por 1-0, em jogo antecipado da 2.ª jornada.
23 de Agosto de 2003 às 00:00
Danny foi o motor do Marítimo
Danny foi o motor do Marítimo FOTO: arquivo cm
Van der Gaag, aos 66 minutos, fez o golo que valeu os três pontos à equipa de Cajuda, mas foi Danny o motor que fez os insulares arrancarem para o segundo triunfo na SuperLiga, depois da vitória na ronda inaugural sobre o Beira-Mar (1-0).
Na primeira parte, as duas equipas denotaram falta de ligação entre os sectores, em especial na altura de lançar o ataque. Como tal, a intensa luta no meio-campo sobrepôs-se à qualidade futebolística, com as defesas a levarem sempre a melhor sobre as investidas dos avançados.
José Couceiro, técnico do Alverca, tinha José Rui e Rodolfo Lima como jogadores mais avançados, mas raramente as bolas chegavam em condições para que esses jogadores alvejassem a baliza de Marcos.
O mesmo se passava do lado de Manuel Cajuda, com Alan e Gaúcho a mostrarem-se muito desamparados na frente de ataque. Ainda assim, um portentoso remate de Gaúcho, com defesa espectacular de Yannick, quebrou a monotonia que se viveu nos primeiros 45 minutos.
Na etapa complementar o figurino alterou-se substancialmente. A equipa forasteira pegou no jogo muito por mérito de Danny, que assumiu as despesas na procura do golo. Aliás, foi dos seus pés, num lance de insitência no lado esquerdo, que surgiu o único tento da partida, com Van der Gaag a corresponder de cabeça a um cruzamento do extremo. Pelo que fizeram na segunda parte, a vitória ajusta-se bem aos madeirenses.
Ver comentários