Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

McLaren despede chefe dos projectistas

O chefe dos projectistas da equipa de Fórmula 1 McLaren-Mercedes, Mike Coughlan, foi despedido, depois de, na temporada passada, ter sido o protagonista do caso de espionagem à Ferrari.
14 de Março de 2008 às 12:05
A confirmação do despedimento de Coughlan foi feita por Ellen Kolby, porta-voz da McLaren, que não anunciou a data em que foi posto fim ao contrato por “motivos legais”.
Mike Coughlan foi suspenso em Julho, quando mais de 700 páginas de documentos técnicos referentes à Ferrari foram encontradas em sua casa. No entanto, a escuderia da McLaren não rescindiu logo o contrato com o projectista, para evitar problemas legais relacionados com o pagamento de indemnizações.
A McLaren-Mercedes, que apresentou as suas desculpas formais à Ferrari, acabou por ser punida com uma multa de 64,2 milhões de euros e com a desqualificação do Mundial de construtores da temporada de 2007.
O Mundial de Fórmula 1 começa domingo, com a realização do Grande Prémio da Austrália, primeira das 18 provas da época 2008.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)