Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Médio André Gomes custou 40 mil euros

O Benfica pagou 40 mil euros (90 por cento do passe) ao Boavista, em Julho de 2011, por André Gomes, 19 anos, médio que se estreou na 5ª feira, pela equipa principal, com um golo na vitória por 4-0, diante do Freamunde, para a Taça de Portugal. A compra do jogador passou apenas pelo Boavista, embora 50 % pertencesse a Paula Moreira da Cruz. Contudo, a investidora contou ao CM que não quis arranjar problemas ao futebolista e acedeu a ficar apenas com os 10% dos axadrezados.
20 de Outubro de 2012 às 01:00
André Gomes tem 19 anos e é médio ofensivo
André Gomes tem 19 anos e é médio ofensivo FOTO: Carlos Gonçalves

Paula Moreira da Cruz reclama também 40% do passe de Djaniny (custou 300 mil euros e está emprestado pelo Benfica ao Olhanense). "A U. Leiria só tinha 50%, 40 eram meus e dez do Velense. O Benfica foi alertado para a situação", afirmou, revelando ter entrado com um processo em tribunal e estar disposta a ir à FIFA. Frisou, ainda, ter recebido uma carta da SAD do Benfica, na qual a sociedade vincava "não ter obrigação de conhecer a existência de qualquer acordo entre a investidora e a U. Leiria".

Nos leirienses, o ex-administrador da SAD, Mário Cruz, avançou com um processo-crime, alegando que não estava em Lisboa, onde foram assinados os documentos, por se encontrar em Leiria. Na queixa, diz que alguém falsificou a sua assinatura. Pelo Benfica, assinaram Filipe Vieira e Domingos Soares Oliveira. Pela U. Leiria, João Bartolomeu e Mário Cruz. "A Liga e a FPF deviam proibir os clubes de venderem as percentagem de passes dos investidores. Não faz sentido que os investimentos não sejam defendidos", lamentou Paula Moreira da Cruz.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)