Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Médio do Farense esclarece que não tem cancro e tirou sinal da perna por prevenção

Problema foi diagnosticado por um dermatologista local.
Lusa 28 de Agosto de 2019 às 16:42
André Vieira, jogador do Farense operado a problema oncológico deve voltar a jogar em setembro
André Vieira, jogador do Farense operado a problema oncológico deve voltar a jogar em setembro
André Vieira, jogador do Farense operado a problema oncológico deve voltar a jogar em setembro
André Vieira, jogador do Farense operado a problema oncológico deve voltar a jogar em setembro
André Vieira, jogador do Farense operado a problema oncológico deve voltar a jogar em setembro
André Vieira, jogador do Farense operado a problema oncológico deve voltar a jogar em setembro
O médio André Vieira, que representa o Farense, da II Liga de futebol, esclareceu esta quarta-feira que lhe foi retirado, de forma preventiva, um sinal da perna que poderia originar problemas cancerígenos no futuro.

"Retirei o sinal a tempo para que não originasse futuramente algo perigoso e cancerígeno. Fui a tempo, está tudo bem e não tenho cancro, como é referido", sublinhou o futebolista, na sua página pessoal no Facebook.

O problema foi diagnosticado por um dermatologista local, que explicou que o sinal "tinha de ser removido, pois já era feio e estranho e no futuro poderia sim originar um sinal cancerígeno", acrescentou o jogador de 26 anos, natural de Faro.

O problema de saúde do jogador foi abordado na terça-feira pelo treinador do Farense, Sérgio Vieira, no Canal 11, e esta quarta-feira pelo Farense e pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que não divulgaram pormenores específicos sobre o caso.

A LPFP avançou que o jogador tinha sido operado a um problema oncológico e que estaria de volta ao treinos em setembro.

O Farense adiantou que o médio "teve recentemente um problema de saúde e encontra-se bem".

André Vieira explicou ainda que só voltará aos treinos depois de a pele colocada na zona do corpo onde estava o sinal, retirada de outro lado, estar completamente recuperada.

"Quando retiraram o sinal fizeram-no aprofundado para limpar bem a zona toda, para que não ficassem restos do sinal. Tiveram de fazer um excerto de pele para fechar a zona. É uma zona que só tem 10% de probabilidade de pegar bem o excerto. Só pegou nalgumas zonas e não posso jogar porque agora a pele tem de fechar toda", disse o jogador, que agradeceu as mensagens de apoio recebidas nas últimas horas.
André Vieira Farense II Liga LPFP desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)