Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Meyong tira Belém do aperto

O Belenenses obteve ontem uma importante vitória (3-1) na luta pela manutenção no escalão principal do futebol português. O atacante Meyong, autor de um ‘hat-trick’, esteve em destaque num triunfo que não merece qualquer contestação tal a superioridade evidenciada pelos azuis do Restelo frente ao V. Setúbal.
15 de Abril de 2006 às 00:00
Meyong marcou mais três golos e já leva 17 na Liga
Meyong marcou mais três golos e já leva 17 na Liga FOTO: Tiago Petinga, Lusa
A precisar de pontos como de ‘pão para a boca’, a formação lisboeta entrou em campo com o seu esquema habitual, com o agora melhor marcador da Liga (17 golos), Meyong, a ser o homem mais avançado. Os sadinos num 4x3x3 bem delineado mostraram-se quase sempre incapazes de ultrapassar o meio-campo azul. Aos 14’ chegou o primeiro golo de Meyong, na conversão de uma grande penalidade a castigar mão de Janício na área sadina.
O V. Setúbal tentou reagir e na primeira metade teve duas ocasiões de algum perigo por intermédio de Bruno Ribeiro e Carlitos. A quatro minutos do intervalo, Rúben Amorim ‘roubou’ o esférico numa zona proibida e assistiu Meyong, que não teve dificuldade em bater Rubinho.
Logo a abrir o segundo tempo nova falha da defesa, desta feita da formação do Restelo. Pelé falha a intercepção com a bola a sobrar para Bruno Ribeiro que ‘fuzila’ Marco Aurélio.
O Belenenses voltou a pressionar e em novo erro defensivo, o lateral Janício derrubou Silas com árbitro Nuno Almeida a não ter dúvidas em assinalar o castigo máximo. Meyong aproveitou para fazer o ‘hat-trick’.
Até final da partida os comandados de José Couceiro tiveram ainda uma mão cheia de oportunidades claras para dilatar o marcador, bem anuladas pelo guarda-redes setubalense.
FICHA DO JOGO
Local: estádio do Restelo, em Lisboa (12.000 espectadores)
Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)
BELENENSES: Marco Aurélio, Sousa, Pelé, Gaspar, Rui Jorge, Sandro Gaúcho, Rúben Amorim (Pinheiro, 86m), José Pedro, Fábio Januário (Rui Ferreira, 75m), Meyong (Ahamada, 90 2m) e Silas. Treinador: José Couceiro.
VITÓRIA DE SETÚBAL: Rubinho, Janício, Veríssimo, Auri, Adalto (Nandinho, 68m), Sandro (Binho, 68m), Ricardo Chaves, Bruno Ribeiro, Sougou, Varela (Hélio Roque, 80m) e Carlitos. Treinador: Hélio Sousa.
Marcador: 1-0, Meyong (14m, gp); 2-0, Meyong (42m); 2-1, Bruno Ribeiro (50m); 3-1, Meyong (57m, gp)
Acção disciplinar: Amarelos - Gaspar (21m), Janício (56m), Adalto (62m), Rúben Amorim (81m), Auri (84m), Binho (90m) e Carlitos (90 2m)
Melhor jogador: Meyong.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)