Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

MILANEZA DITA LEI

Chuva intensa e vento forte marcaram o desenrolar da segunda etapa do Grande Prémio MR Cortez/Mitsubishi, em ciclismo, disputada ontem, na distância de 135 Km, com partida e chegada a Pêro Pinheiro, e ganha por Rui Sousa, da Milaneza/Maia.
26 de Abril de 2003 às 00:00
A equipa maiata açambarcou mesmo os cinco primeiros lugares da jornada, entre os quais Francisco Perez, na segunda posição, o que lhe permitiu manter a posse da camisola amarela. Nos lugares seguintes posicionaram-se, com o mesmo tempo, Angel Edo, Joan Horrach e Pedro Cardoso, todos eles ciclistas da formação maiata.
As já referidas condições atmosféricas adversas ditaram 17 desistências, quase todas elas em consequência de quedas provocadas pelo mau estado do piso, muito escorregadio e irregular, a que se juntaram mais sete eliminados.
Rui Sousa, a quem Francisco Perez deu oportunidade de conquistar esta vitória, mostrou-se reconhecido aos colegas de equipa: “Preparei-me intensamente para esta prova e pensei estar bem no contra--relógio, mas isso não aconteceu. O mais importante foi a clara demonstração de superioridade da equipa, que não só controlou a corrida de forma perfeita, como atacou na altura certa”.
Hoje disputa-se a 3.ª etapa, entre Pêro Pinheiro e Nafarros, na distância de 147,9 Km, naquela que é considerada a etapa-rainha.
Classificação geral: 1.º Francisco Perez (MIL), 3:34.34 horas; 2.º Angel Edo (MIL), a 23 segundos; 3.º Juan Gomis (LA), a 33s; 4.º Ezequiel Mosquera (Cantanhede), a 36s; 5.º Horrach (MIL), a 40s.
Outros líderes: Equipas - Milaneza; Regularidade - Rui Sousa (MIL); Montanha e Juventude - Francisco Perez (MIL).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)