Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

MOREIRENSE – NACIONAL, 2-0

O Moreirense obteve esta tarde uma preciosa vitória sobre o Nacional da Madeira, por duas bolas a zero, em encontro disputado no estádio Comendador Joaquim Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, a contar para a sétima jornada da SuperLiga de Futebol.
20 de Outubro de 2002 às 18:08
MOREIRENSE – NACIONAL, 2-0
A equipa treinada por Manuel Machado colocou-se em vantagem logo aos nove minutos de jogo, quando, após uma série de remates à baliza de Nuno Carrapato, Armando abriu o activo, com um pontapé bem colocado desferido no coração da área dos insulares.

Apesar de ter tentado reagir e dar a volta ao resultado, os pupilos de José Peseiro não conseguiram converter em golos as oportunidades de que dispuseram. Ao intervalo, a equipa de Moreira de Cónegos mantinha a vantagem tangencial, num jogo em que o árbitro Martins dos Santos não esteve ao seu melhor.

No final da primeira parte, o juiz do Porto teve uma decisão que gerou bastante polémica, ao não assinalar uma falta cometida por João Fidalgo sobre Demétrios, derrubado na grande área do Nacional.

Aos 54 minutos, o Moreirense conseguiu aumentar a vantagem, com Flávio Meireles a assinar o segundo golo da sua equipa, estabelecendo o resultado que acabaria por se manter até ao final do jogo. Destaque ainda para a expulsão de Ricardinho, do Nacional, castigado por ter dado uma cotovelada num adversário.

Com esta vitória, os comandados de Manuel Machado, que ocupavam a penúltima posição da classificação à entrada para esta jornada, com apenas três pontos, passaram a somar seis (2 vitórias e 5 derrotas), enquanto os insulares seguem com sete pontos (2 vitórias, 1 empate e 4 derrotas).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)