Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Mourinho luta por um milhão

Um milhão de euros. É este o prémio que José Mourinho terá à sua espera em caso de triunfo diante do Bayern Munique, a 22 de Maio, na final da Liga dos Campeões.
30 de Abril de 2010 às 00:30
Mourinho e o plantel do Inter foram ontem recebidos por mais de cinco mil adeptos no Aeroporto de Milão
Mourinho e o plantel do Inter foram ontem recebidos por mais de cinco mil adeptos no Aeroporto de Milão FOTO: Alessandro Garofalo/Reuters

Ao que o CM apurou, desde Julho de 2009 – altura em que prolongou até 2012 o seu contrato com o tetracampeão italiano – que o técnico português acordou com Massimo Moratti o valor a receber em caso de conquista da terceira Champions para o palmarés do clube (1963/64 e 1964/65, esta diante do Benfica, 1--0), ambas com Helenio Herrera ao comando.

A dura missão que espera ‘Il Speciale’ tem também o reverso da medalha. Em caso de triunfo no Santiago Bernabéu, Mourinho pode entrar no lote restrito de três treinadores que já venceram a prova por dois clubes distintos: Ernst Happel (Hamburgo e Anderlecht) e Ottmär Hitzfeld (Borussia Dortmund e Bayern Munique). Também Van Gaal persegue esse feito, depois de vencer a competição com o Ajax (1995).

A final de Madrid marca também o reencontro entre o português e o holandês, dez anos após terem trabalhado no Barcelona, onde conquistaram uma Supertaça Europeia (97), e duas Ligas (98 e 99) numa equipa capitaneada por Guardiola.

Seis anos depois do título conquistado pelo FC Porto, na Alemanha, (3-0 ao Mónaco), Mourinho volta a uma final da Champions depois de muito suar, quarta-feira, em Camp Nou. Ao perder por 1-0 frente ao Barcelona, o Inter fez valer a vantagem trazida do Giuseppe Meazza (3-1) e quebrou um jejum de 38 anos longe da decisão do maior título europeu de clubes (em 1972, perdeu, 0--2, com o Ajax, de Joahn Cruyff, actual presidente honorário do Barça, que marcou os dois golos). Adiado ficou o sonho ‘blaugrana’ de festejar a conquista do troféu em casa do rival Real Madrid. Confirmada ficou também a maldição da Champions: desde 1992, nunca um campeão conseguiu repetir o título.

Com a eliminação do Barça, José Mourinho também ficou com a via aberta para rumar ao Real Madrid. Ontem, aliás, o influente jornal desportivo ‘Marca’, considerado muito próximo dos merengues, escreve que ‘Mou’ está cada vez mais perto do Real.

BARÇA GOLEOU NAS ESTATÍSTICAS 

O Inter de Milão chega à final da Liga dos Campeões depois de defender uma vantagem de dois golos (3-1) alcançada no Giuseppe Meazza. A exibição da equipa de Mourinho fica, de resto, bem patente nos 25 por cento de posse de bola, contra os 75 dos catalães.

Mas há mais. O Inter só completou 67 passes ao longo dos 90 minutos. Só Xavi, médio do Barça, fez 108, dos 555 que os ‘blaugrana’ somaram.

O jogador com mais passes certeiros nos milaneses foi o guarda-redes Júlio César (12 passes), seguido do avançado Milito (10).

 

APONTAMENTOS

‘O REI DE CAMP MOU’

‘O Rei de Camp Mou’ é o título de uma peça do jornal espanhol ‘Marca’ que escreve ainda que José Mourinho foi o grande triunfador do embate Barcelona-Inter (1-0).

ESTÁTUA PARA ‘MOU’

Uma estátua de um português em Milão? Sim, caso José Mourinho leve o Inter de Milão à conquista da Liga dos Campeões. Quem o diz é Xabi Alonso, colega de Cristiano Ronaldo e Pepe no Real Madrid.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)