Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Mourinho quer cumprir contrato com o Real

O treinador português José Mourinho, do Real Madrid, disse nesta segunda-feira, à televisão norte-americana CNN, que pretende cumprir até ao fim o seu contrato com a equipa espanhola, válido até 2016, admitindo o desejo de regressar, posteriormente, a Inglaterra.
1 de Outubro de 2012 às 20:07
O técnico português lamentou ainda não poder ter uma vida social normal
O técnico português lamentou ainda não poder ter uma vida social normal FOTO: Reuters

"Tenho contrato por mais quatro anos e quando o assinei foi porque quis estar no Real Madrid nesta etapa da minha carreira e não pensar em mais nenhum outro clube", disse Mourinho à CNN, com um sublinhado: "Estou muito feliz como técnico do melhor clube do Mundo".

Das suas declarações sobressai, porém, a que retira dúvidas sobre os seus desejos no fim dos seis anos na capital espanhola: "O passo seguinte será Inglaterra, por muitas razões".

Sobre as especulações relativamente à possibilidade de "render" Alex Ferguson, de 70 anos, no comando do Manchester United, Mourinho respondeu: "Chamo-lhe 'o Chefe' porque é o chefe de todos os treinadores e espero, quando voltar a Inglaterra, que continue a dirigir o Manchester United."

O técnico português lamentou ainda não poder ter uma vida social normal: "Odeio a minha vida social. Odeio não ser um pai normal e não poder ir ver um jogo da equipa do meu filho, como todos os pais que têm filhos no futebol."

"Quando isso acontece, as pessoas aproximam-se para tirar fotografias, pedir autógrafos, insultar-me, ir para trás da baliza do meu filho e insultá-lo, tendo ele apenas 12 anos", revelou o técnico.

E confessou mais um ódio de estimação: "Depois, as conferências de imprensa. Também aí, toda a gente pensa que me conhece. Mas não é verdade. E há encontros com a imprensa antes e depois dos jogos".

"As pessoas não me conhecem como amigo, como homem de família, como um líder dentro do grupo de trabalho nem na minha relação com as pessoas do clube", disse José Mourinho à CNN, concluindo: "Não me queixo, porém, por as pessoas estarem erradas, por me verem de forma errada."

mourinho real madrid futebol técnico treinador alex ferguson espanha reino unido manchester united
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)