Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Movimento por nova AG já assegurou votos exigidos

Ao mesmo tempo que as pressões se intensificam no sentido de Soares Franco avançar com uma candidatura às eleições de 28 de Abril – ontem, foi a vez de José Roquette e Sousa Cintra apelarem –, um movimento de sócios prepara-se para, tal como o CM noticiou na sua edição de 22 de Março, solicitar a realização de uma nova AG com o mesmo e único ponto na ordem de trabalhos: a alienação de património reprovada na última reunião magna.
1 de Abril de 2006 às 00:00
“Não sei é se em termos temporais, a AG poderá ocorrer antes das eleições, mas essa é a ideia”, disse, ao CM, João Miranda, um dos defensores da proposta.
Neste momento, o referido movimento “tem já asseguradas assinaturas que, numa votação em AG, representariam os 1500 votos exigidos estatutariamente” para este efeito, leia-se solicitar a marcação de uma AG.
“No decorrer da próxima semana, pretendemos fazer chegar toda a documentação e os considerandos que originaram esta acção a Galvão Teles, presidente da mesa da AG do Sporting”, confirmou o advogado João Miranda, que recorre aos números da última AG – 64,3% de votos favoráveis ao projecto apresentado por Franco – para justificar a proposta.
“Se a votação fosse esmagadora contra o projecto, o que não aconteceu na última AG, longe disso, não havia dúvidas e, democraticamente, teríamos de aceitar outro rumo”, sustentou. E, mesmo desconhecendo a receptividade da proposta junto de Galvão Teles, o causídico expressa um desejo sincero, com destino ao presidente demissionário: “Não conheço Soares Franco, mas apoio o projecto e penso que ele deve interpretar esta manifestação espontânea, sem qualquer espécie de conluio, e avançar como candidato”.
Também ontem, no descerramento do busto do visconde de Alvalade, José Roquette e Sousa Cintra dirigiram-se a Franco. “Faço o apelo para que se candidate. Tem o perfil adequado para a presidência do clube”, disse Roquette. “Soares Franco tem bom senso, o apoio da Banca e dos sócios do Sporting. Entendo que ele vai repensar e apresentar a sua candidatura”, retorquiu Cintra.
FRANCO: "PATRIMÓNIO VAI SER VENDIDO"
“Não dou seis meses para que o património não desportivo seja vendido, independentemente de quem for o presidente. Digo-o porque conheço bem a realidade do Sporting. Não há outra saída.” Quem o garante é Soares Franco, convicto da inexistência de alternativa ao modelo por ele apresentado, e chumbado, na AG.
Já uma eventual candidatura, apesar das pressões, parece... improvável: “Na vida nunca digo nunca, mas não estão reunidas as condições para pensar nisso. O projecto não passou e não estou para passar por outra AG e voltar a ver a proposta chumbada”.
NA MÁXIMA FORÇA NO ATAQUE AO MINHO
É um Sporting na máxima força aquele que hoje, em jogo de especial importância para os ‘leões’, visita Guimarães com o triunfo no pensamento. Caneira, Custódio – cumpriram castigo com o Penafiel – e Deivid estão de regresso aos convocados e, adivinha-se, ao onze – Tiago é a outra novidade.
André Marques, Romagnoli, Luís Loureiro e Nélson foram desta feita preteridos. Eleitos: Ricardo, Tiago, Polga, Tello, Caneira, Tonel, Abel, Miguel Garcia, Carlos Martins, Nani, Custódio, Moutinho, João Alves,
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)