Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Movimento solidário apoiou Soares Franco em Leiria

Filipe Soares Franco sentiu ontem, na cidade de Leiria, onde o Sporting defrontou a União local (ver pág. 32), o apoio e a solidariedade de um grupo de confessos apoiantes, alguns ilustres, do projecto que o ainda presidente preconizava – alienação de património de uso não desportivo – e viu reprovado na AG de sexta-feira, por margem mínima.
20 de Março de 2006 às 00:00
Soares Franco foi saudado em Leiria e convidado a ir a eleições
Soares Franco foi saudado em Leiria e convidado a ir a eleições FOTO: Manuel de Almeida/Lusa
Uma onda verde, de esperança, incentivou Franco a avançar com uma candidatura ao próximo acto eleitoral do clube, isto apesar das posições públicas manifestadas pelo presidente – Franco prometeu demitir-se e não avançar para eleições caso o projecto que defendia fosse chumbado, o que se confirmou na AG.
TELES DÁ A CARA
Miguel Ribeiro Teles, tal como o CM noticiou na sua edição de ontem, foi um dos integrantes da vaga de fundo que envolveu Franco e esteve presente na cidade Lis. Aí, uma vez mais, o ex-dirigente aproveitou para reiterar o apoio incondicional ao presidente em funções e também à equipa de futebol.
E se este apoio era de alguma for ma previsível, uma vez que o ex-presidente da SAD nunca escondeu a aprovação pelo projecto proposto aos sócios pelo presidente, a verdade é que a solidariedade se alastrou a diversos quadrantes da família ‘leonina’. Os incentivos a Franco não partiram apenas de conhecidos, mas também de associados anónimos, estes porventura influenciados pelo segundo lugar da equipa de futebol.
É certo que um eventual volte-face presidencial parece de todo improvável, mas as pressões para o efeito, essas, tem-se multiplicado em torno do presidente e, diga-se, desde a primeira hora. Aliás, desde que os resultados da AG foram conhecidos que Soares Franco tem sido ‘convidado’ a repensar o seu posicionamento e, ao contrário do que sempre garantiu, a avançar com uma candidatura às eleições do clube.
Em Leiria, voltou a confirmar que apoio não lhe faltaria caso decidisse avançar e defrontar a oposição em eleições. Soares Franco, sabe o CM, não deixou de ficar sensibilizado pelas muitas mensagens de apoio e incentivo que recebeu nas últimas horas. Hoje, em Alvalade, em reunião do Conselho Directivo, seguem-se as decisões.
RIBEIRO DA FONSECA CONVIDADO
João Ribeiro da Fonseca, homem forte da Portugália e actual membro do Conselho Leonino, foi recentemente convidado a liderar uma lista aos órgãos sociais do clube de Alvalade.
Entre os que alegadamente defendem a sua candidatura consta o nome de António Dias da Cunha, o ex-presidente do clube que agora se encontra em rota de colisão com o sucessor Soares Franco, surgindo o projecto de alienação de património entretanto reprovado como principal ponto de discórdia entre os dois. Para já, é certo que houve abordagens e que os contactos prosseguem, mas Ribeiro da Fonseca não terá ainda dado uma resposta definitiva ao repto lançado por um grupo de associados considerado próximo de Dias da Cunha.
Refira-se ainda que Ribeiro da Fonseca tem já acumulada experiência directiva no universo empresarial ‘leonino’. Foi dirigente aquando da presidência de José Roquette, o que lhe permite estar de alguma forma identificado com o projecto dos ‘leões’.
Outro ponto importante que terá determinado o convite prende-se com o estatuto financeiro do patrão da Portugália e a relação do mesmo com a Banca – o BES é mesmo um dos maiores accionistas da companhia aérea. Resta saber se avança.
MENDES REÚNE 'TASKFORCE'
Sérgio Abrantes Mendes, anunciado candidato ao próximo acto eleitoral do Sporting, tem agendada para o dia de hoje (mais) uma importante reunião com a sua ‘task force’, no sentido de se ultimarem algumas questões ainda pendentes no que à sua candidatura diz respeito.
A reunião do Conselho Directivo e a anunciada demissão de Soares Franco deverá ser analisada entre Abrantes Mendes e os seus colaboradores mais próximos. Para já, é certo que o juiz desembargador tem-se multiplicado em contactos nos últimos dias e neste momento, conforme o próprio assegurou em recente entrevista ao CM, tem o seu projecto praticamente alinhavado, estando “preparado para as eleições”.
Resta saber quem vai defrontar.
Contudo, tanto a lista a apresentar aos corpos sociais, como os apoios de peso, leia-se financeiros, já garantidos por Abrantes Mendes permanecem ainda no segredo dos deuses, alegadamente por razões meramente estratégicas.
BANCA QUER ALTERNATIVA CREDÍVEL
Com a propalada demissão de Soares Franco, admite-se que os parceiros financeiros do Sporting, no caso as instituições bancárias BES e BCP, com as quais o clube assinou o ‘project finance’, intervenham no sentido de encontrar uma solução alternativa considerada credível.
Afinal, o chumbo da proposta de alienação de património pode acarretar consequências para os referidos bancos, uma vez que a mesma estava prevista nos contratos assinados. E até a proximidade entre conhecidas figuras da Banca ao emblema de Alvalade – Ricardo Salgado, presidente do BES, integra a Comissão do Centenário; José Maria Ricciardi, que preside ao BESI, é membro do Conselho Fiscal e Filipe Pinhal, ‘vice’ do BCP, integra igualmente a Comissão do Centenário – justifica a participação na escolha de um nome capaz de assegurar os compromissos assumidos. A oposição, para já, parece não convencer a Banca, adivinhando-se por isso decisões numa linha de continuidade.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)