Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

MP valida escutas do ‘Apito Dourado’

O Ministério Público (MP) considerou esta sexta-feira as escutas no âmbito do processo ‘Apito Dourado’, relativas ao jogo FC Porto-E. da Amadora (2004), válidas, sustentando que as declarações da antiga companheira de Pinto da Costa, Carolina Salgado, justificaram a reabertura do processo. A leitura do despacho foi agendada para o dia 30 de Junho, pelas 12h00, altura em que se saberá se o caso segue para julgamento.
20 de Junho de 2008 às 14:29
Pinto da Costa é acusado de crime de corrupção desportiva
Pinto da Costa é acusado de crime de corrupção desportiva FOTO: D.R.

A procuradora do MP Olga Coimbra explicou esta manhã, no debate instrutório no âmbito do processo relativo ao jogo FC Porto-E. da Amadora, no qual o presidente dos dragões está acusado de crime de corrupção desportiva,  que “a autorização das escutas a Pinto a Costa teve por base os conhecimentos obtidos pela investigação que decorria”.

Por sua vez, o advogado de Pinto da Costa, Miguel Moreira dos Santos, defendeu que as declarações de Carolina não justificam a reabertura do processo, afirmando que “não trouxeram nada de novo aos autos a não ser esclarecer o que ninguém tinha dúvidas (referindo-se ao termo fruta)'.

 

“O inquérito está inquinado porque não há nenhum indício n ovo que contrarie o despacho de arquivamento”, sublinhou o causídico.

 

Miguel Moreira dos Santos disse ainda, relativamente à actuação dos árbitros durante o jogo em causa, existir “uma vergonhosa indiscrição quanto à actuação da equipa de arbitragem, desmentida pelos peritos que foram obrigados a analisar jogadas para encontrar os tais vícios, que não sendo encontrados continuam na acusação”.

Perante as alegações de ilegalidade do advogado, a procuradora do MP sustentou que as escutas foram validadas pelo então juiz do processo, afirmando que “sem elas, os arguidos dificilmente seriam confrontados com os actos ilícitos”.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)