Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Muita maçã e pouco sumo em clássico avinagrado (COM FOTOGALERIA)

O FC Porto preferiu em empatar do que correr riscos desnecessários frente a um Sporting lutador e não ofereceu ao espectáculo mais do que 15 minutos do seu melhor futebol, no início da segunda parte, o suficiente para garantir o empate (1-1). Viu-se muitas maçãs sobre o relvado de Alvalade, mas o sumo futebolístico que escorreu foi pouco e azedo como vinagre.
28 de Novembro de 2010 às 00:30
Chileno Valdés marcou o primeiro golo na primeira parte, muito festejado pelos adeptos do Sporting
Hulk viu-se muitas vezes rodeado por dois, três ou mais adversários
Hulk e Falcão comemoram o golo do empate, em que o brasileiro fez a assistência para o colombiano
Recuperado de uma lesão, Liedson escapou várias vezes aos defesas portistas, como Rolando
Ex-capitão leonino João Moutinho regressou a Alvalade e enfrentou o ex-portista Hélder Postiga
Helton mostra ao árbitro Jorge Sousa as bolas de golfe atiradas das bancadas de Alvalade
Paulo Sérgio conseguiu colocar os seus jogadores a lutar de igual para igual com o líder destacado do campeonato
Falcão e Pedro Mendes tiveram sortes diferentes: o portista marcou e o sportinguista atirou à barra
Ex-goleador das duas equipas, Mário Jardel assistiu ao Sporting-FC Porto nas bancadas de Alvalade
André Villas-Boas questionou a 'dualidade de critérios' e recebeu ordem de expulsão de Jorge Sousa
Chileno Valdés marcou o primeiro golo na primeira parte, muito festejado pelos adeptos do Sporting
Hulk viu-se muitas vezes rodeado por dois, três ou mais adversários
Hulk e Falcão comemoram o golo do empate, em que o brasileiro fez a assistência para o colombiano
Recuperado de uma lesão, Liedson escapou várias vezes aos defesas portistas, como Rolando
Ex-capitão leonino João Moutinho regressou a Alvalade e enfrentou o ex-portista Hélder Postiga
Helton mostra ao árbitro Jorge Sousa as bolas de golfe atiradas das bancadas de Alvalade
Paulo Sérgio conseguiu colocar os seus jogadores a lutar de igual para igual com o líder destacado do campeonato
Falcão e Pedro Mendes tiveram sortes diferentes: o portista marcou e o sportinguista atirou à barra
Ex-goleador das duas equipas, Mário Jardel assistiu ao Sporting-FC Porto nas bancadas de Alvalade
André Villas-Boas questionou a 'dualidade de critérios' e recebeu ordem de expulsão de Jorge Sousa
Chileno Valdés marcou o primeiro golo na primeira parte, muito festejado pelos adeptos do Sporting
Hulk viu-se muitas vezes rodeado por dois, três ou mais adversários
Hulk e Falcão comemoram o golo do empate, em que o brasileiro fez a assistência para o colombiano
Recuperado de uma lesão, Liedson escapou várias vezes aos defesas portistas, como Rolando
Ex-capitão leonino João Moutinho regressou a Alvalade e enfrentou o ex-portista Hélder Postiga
Helton mostra ao árbitro Jorge Sousa as bolas de golfe atiradas das bancadas de Alvalade
Paulo Sérgio conseguiu colocar os seus jogadores a lutar de igual para igual com o líder destacado do campeonato
Falcão e Pedro Mendes tiveram sortes diferentes: o portista marcou e o sportinguista atirou à barra
Ex-goleador das duas equipas, Mário Jardel assistiu ao Sporting-FC Porto nas bancadas de Alvalade
André Villas-Boas questionou a 'dualidade de critérios' e recebeu ordem de expulsão de Jorge Sousa

O Sporting entrou muito determinado em campo, em contraste com alguma sobranceria das unidades avançadas portistas. Liedson assumiu a responsabilidade de brigar, Hélder Postiga, a de tentar o remate de qualquer sítio e Valdés, o estatuto de jogador livre e criativo. Com um meio-campo brigão e um quarteto defensivo a pressionar, o Sporting sufocou os líderes e, salvo um lance ocasional desperdiçado por Falcão (9'), ninguém diria que existiam 13 pontos de diferença entre as equipas.

Após um remate portentoso de Pedro Mendes à trave (24'), o Sporting chegou ao golo já na fase de menor fulgor, num lance atípico, irregular, mas justiceiro para o que se passou em campo. Valdés voltou a marcar, escapando à vigilância do fiscal de linha e dos centrais portistas, dando sequência a um ponta-pé comprido do guarda-redes Rui Patrício.

Depois do intervalo, o Porto, que só tinha feito dois remates na primeira parte, apareceu transfigurado, alongou o jogo e aumentou a velocidade, tendo o Sporting só resistido 12 minutos. À quarta tentativa, Falcão marcou, num passe mortífero de Hulk, lançado por João Moutinho. Na fase pior do jogo, com o Sporting encostado às cordas, foi a entrega de Liedson que matou o jogo, com a cumplicidade de Maicon. Tal como em Guimarães, o Porto via um defesa ser expulso e logo ficava sem treinador no banco, por infantilidade do brasileiro e imaturidade de Villas-Boas. E o jogo ‘acabou' a 25 minutos do fim.

BENFICA LEVOU A NOVAS MEDIDAS DE SEGURANÇA

O perímetro de segurança criado pela PSP para a chegada do FC Porto a Alvalade foi alargado para 10 metros, "devido aos apedrejamentos ao autocarro do Benfica nas duas últimas épocas", explicou ao CM o subcomissário Costa Ramos, da PSP.

Ainda assim, foram arremessadas algumas maçãs por adeptos leoninos. Já no recinto, voltaram a ‘chover' maçãs, no relvado, junto à baliza de Helton, pelo que o jogo começou com alguns minutos de atraso em relação à hora prevista (21h15).

A escolta ao autocarro portista incluiu três motos da PSP e mais quatro carrinhas, além de muitos ‘spotters' (agentes policiais à paisana). Já a chegada das claques do FC Porto decorreu sem grandes incidentes, segundo a PSP.

O OLHAR DO ADEPTO

O RESULTADO DO CLÁSSICO É JUSTO?

Ninguém estranhava uma vitória do Sporting. Na primeira parte, o Liedson mandou a bola fora, para Moutinho ser assistido. O golo do FC Porto nasce com uma falta de fair-play do médio, que teve o comportamento oposto. O Sporting deu uma lição táctica no primeiro tempo, mas o FC Porto equilibrou no segundo. - João Braga - Sporting

Foi um jogo competitivo, em que surgiu um Sporting muito concentrado, sobretudo na primeira parte, a jogar bom futebol. Na segunda parte, com o andar do jogo, houve supremacia do FC Porto, que marcou um excelente golo. O que interessa é que neste campeonato, o FC Porto ainda não perdeu. - Hernâni Gonçalves - FC Porto

SPORTING FC PORTO ALVALADE MOUTINHO LIEDSON FALCÃO CLÁSSICO EMPATE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)