Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Mundiais de Atletismo: caça às medalhas

Portugal vai atacar a partir de hoje os Mundiais de Atletismo de Daegu (Coreia do Sul) com 24 atletas, mas muitas incertezas quanto ao seu desempenho.
27 de Agosto de 2011 às 00:00
Nélson Évora, campeão olímpico do triplo salto em Pequim 2008, surge em Daegu motivado
Nélson Évora, campeão olímpico do triplo salto em Pequim 2008, surge em Daegu motivado FOTO: Kai Pfaffenbach/Reuters

 

As principais figuras da selecção portuguesa parecem longe do seu melhor. Nélson Évora (triplo), Naide Gomes (salto em comprimento), Rui Silva (estreia-se nos 10 000 metros) e Jéssica Augusto (que tem a preparação atrasada na dupla légua devido ao falecimento do pai) não figuram entre os favoritos. Francis Obikwelu abdicou da participação devido a uma lesão no pé esquerdo (100 e 200 metros). No entanto, apesar destas contrariedades, são atletas habituados a superarem-se.

Mas a selecção portuguesa também conta com estrelas emergentes. Sara Moreira aposta nos 3000 metros obstáculos para lutar pelos primeiros lugares. Marcos Chuva, com 8,34 metros no salto em comprimento, surge em Daegu com a 6ª melhor marca mundial do ano e um salto destes pode valer uma medalha.

Marco Fortes (peso) continua a melhorar e está perto dos 21 metros (20,89m). Marisa Barros (maratona) e João Vieira, Susana Feitor, Inês Henriques e Ana Cabecinha (marcha) podem lutar por lugares entre os oito primeiros.

NAIDE GOMES PROCURA GLÓRIA

A saltadora Naide Gomes continua à procura da glória nos Mundiais ao ar livre depois de ter registado dois quartos lugares nas edições de Osaka 2007 e Berlim 2009.

NÉLSON ÉVORA MOTIVADO

O campeão olímpico do triplo salto em Pequim 2008 surge em Daegu motivado pela medalha de ouro e a marca de 17,31 metros obtida nas Universíadas, que decorreram na China e serviram de ensaio geral para o Mundial.

FEITOR CUMPRE 11º MUNDIAL

A marchadora portuguesa Susana Feitor, de 36 anos, cumpre em Daegu o seu 11º Mundial. Um recorde em todo o Planeta, numa carreira de 20 anos que começou com a presença da atleta de Rio Maior no Mundial de Tóquio, em 1991.

SAIBA MAIS

Portugal no pódio

Portugal conseguiu medalhas em oito dos 12 campeonatos do Mundo disputados. Nas últimas nove edições só falhou o pódio em Sevilha 1999 e Paris 2003.

12

Medalhas lusas: 3 de ouro (Fernanda Ribeiro, Carla Sacramento e Nélson Évora); 4 de prata (Domingos Castro, Fernanda Ribeiro [2] e Nélson Évora) e 5 de bronze (Carla Sacramento, Fernanda Ribeiro, Carlos Calado, Susana Feitor e Rui Silva).

Marisa Barros é a 1.ª

A maratonista Marisa Barros é a primeira portuguesa em acção: corre à 1h00 da próxima madrugada.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)