Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

MUNDIAL2002: SUÉCIA ELIMINA ARGENTINA

A Suécia empatou hoje a uma bola com a Argentina, na terceira e última ronda do Grupo F da fase final do Campeonato do Mundo de Futebol. Com este empate, a Suécia assegurou a passagem aos oitavos-de-final, tal como a Inglaterra, que registou um nulo frente à Nigéria. Argentinos e nigerianos regressam mais cedo a casa.
12 de Junho de 2002 às 14:49
MUNDIAL2002: SUÉCIA ELIMINA ARGENTINA
MUNDIAL2002: SUÉCIA ELIMINA ARGENTINA
Com necessidade de vencer para poder garantir o apuramento, a Argentina lançou-se logo de início para o ataque, de forma a tentar chegar ao golo o mais rapidamente possível. Todavia, apesar de terem dominado por completo os seus adversários e construído boas jogadas, os sul-americanos não conseguiram marcar na primeira parte.

Ainda antes dos jogadores regressarem à cabinas, para o intervalo, o árbitro Ali Bujsaim mostrou um cartão vermelho a Claudio Caniggia, devido a protestos do jogador, que estava sentado do banco de suplentes, por não ter sido uma das escolhas do treinador Marcelo Bielsa para o onze inicial.

Com um nulo registado ao intervalo, a Argentina dependia do milagre da Nigéria vencer a Inglaterra por dois golos de diferença, para poder seguir em frente na prova. Na segunda parte, os argentinos entraram no jogo meio apáticos e descrentes, com a Suécia a controlar os acontecimentos.

Para complicar ainda mais as coisas aos sul-americanos, a Suécia inaugurou o marcador, aos 59 minutos, através de um lance de bola parada. Na transformação de um livre directo, Anders Sevensson rematou de forma superior e fez a bola entrar a meia altura junto ao poste direito da baliza argentina.

Este golo veio espicaçar um pouco os sul-americanos, que ainda esboçaram alguma reacção, mas foi novamente a Suécia que esteve mais perto de voltar a marcar, quando Andreas Andersson rematou à trave, aos 84 minutos, com o guarda-redes Pablo Cavallero ainda a tocar na bola.

Volvidos quatro minutos, a Argentina ainda conseguiu chegar ao empate, através de uma grande penalidade a punir uma pretensa falta na área sueca de Mattias Jonson sobre Ariel Ortega, que simulou a queda. Na conversão do castigo, o mesmo Ortega permitiu a defesa de Magnus Hedman, mas Hernan Crespo, na recarga, não perdoou.

Os minutos restantes foram de desespero para os sul-americanos, que tentaram o tudo por tudo para chegar ao golo que lhes garantisse a vitória e o apuramento, mas a defesa sueca não o permitiu. No final, a Argentina juntou-se à França nas selecções apontadas como favoritas à vitória neste Mundial que abandonaram prematuramente a prova.

FICHA

Árbitro: Ali Bujsaim (UAE)
Local: Estádio de Miyagi (Japão)
Assistência: 45.777

EQUIPAS

SUÉCIA

Magnus Hedman
Olof Mellberg
Johan Mjallby
Tobias Linderoth
Niclas Alexandersson
Anders Svensson (golo, 59m; Mattias Jonson, 68m)
Marcus Allback (Andreas Andersson, 46m)
Henrik Larsson (cartão amarelo, 78m; Zlatan Ibrahimovic, 88m)
Andreas Jakobsson
Teddy Lucic
Magnus Svensson (cartão amarelo, 65m)

Seleccionador: Tommy Soderberg

ARGENTINA

Pablo Cavallero
Juan Pablo Sorin (Juan Veron, 63m)
Mauricio Pochettino
Matias Almeyda (cartão amarelo, 58m; Kily Gonzalez, 63m; cartão amarelo, 75m)
Walter Samuel
Claudio Lopez
Javier Zanetti
Gabriel Batistuta (Hernan Crespo, 58m; golo, 88m)
Ariel Ortega
Pablo Cesar Aimar
Jose Chamot (cartão amarelo, 55m)

Seleccionador: Marcelo Bielsa

GRUPO F

RESULTADOS

Suécia-Argentina, 1-1
Nigéria-Inglaterra, 0-0
Argentina-Inglaterra, 0-1
Suécia-Nigéria, 2-1
Inglaterra-Suécia, 1-1
Argentina-Nigéria, 1-0

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1.º, Suécia – 5 pontos
2.º, Inglaterra – 5
3.º, Argentina – 4
4.º, Nigéria – 1

SELECÇÕES APURADAS

Suécia
Inglaterra
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)