Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

MUTU ADMITE TENTATIVA DE AGRESSÃO A MOURINHO

José Mourinho continua a criar ódios em Inglaterra. Desta vez, o técnico português do Chelsea foi alvo da ira do avançado romeno Adrian Mutu, que recentemente acusou o consumo de cocaína num teste antidoping. É que o controlo ao jogador foi feito a pedido do ex-técnico do FC Porto, depois de Mutu não ter comparecido num treino.
23 de Outubro de 2004 às 00:00
O jogador encontrou-se com Mourinho e, a certa altura, a conversa ‘aqueceu’. “Tenho de confessar que no ponto alto da discussão ameacei o Mourinho, dizendo o que lhe poderia acontecer se visitasse a Roménia”. Mas o pior ainda estava por vir. “Num momento de total loucura, também tentei bater-lhe. Mas agora que estou calmo, a única coisa que posso dizer é que não tenho nada contra ele”.
Mutu perdeu a cabeça após os últimos incidentes, em que acusou ‘coca’ e onde várias alegadas amantes vieram para a Imprensa contar que o romeno é um viciado, o que este nega prontamente. Além do mais, a vida que tem enfrentado nos ‘blues’ também não tem ajudado, já que não é primeira opção na formação londrina.
O avançado romeno incorre agora numa pena que pode ir até aos dois anos de suspensão, mas o facto de ter confessado e de não ter solicitado uma contra-análise podem aligeirar a punição.
‘COCA’ PARA MELHORAR SEXO
Adrian Mutu justificou ontem o porquê de ter tomado cocaína. O romeno é considerado um ‘sex symbol’ entre as mulheres, um verdadeiro ‘playboy’, onde lhe são reconhecidos vários casos amorosos, mas as suas prestações na hora da verdade parece que ficavam um pouco aquém do desejado pelo sexo feminino.
“Quero dizer categoricamente que não sou viciado em cocaína e em nenhum outro tipo de drogas. A única razão pela qual tomei cocaína foi para melhorar o meu desempenho sexual”, avançou o jogador ao jornal romeno ‘ProSport’. “Pode parecer ridículo, mas é a verdade”.
Com toda esta situação, Mutu ficou desiludido com as pessoas que lhe estão mais próximas, já que muitas delas vieram para as páginas de jornais contar a sua versão dos acontecimentos. “O que posso dizer neste momento é que fui traído pelos meus melhores amigos. Só percebi isso nos últimos dias. Exagerou-se muito no meu caso e, dentro em breve, vou esclarecer tudo o que aconteceu”, avançou o atleta.
Mutu acredita que Chelsea não o vai despedir, somente não lhe pagar os ordenados, mas o romeno pondera ingressar noutro campeonato. “Penso que a única solução é regressar ao futebol italiano”. Mas os ucranianos do Donetsk, orientado pelo amigo e compatriota Mircea Lucescu, já lhe fizeram uma proposta.
TÉCNICO ACREDITA NO M. UNITED
José Mourinho acredita que o Manchester United, onde alinha o português Cristiano Ronaldo, pode manter-se na luta pelo título inglês caso vença amanhã o Arsenal, actual líder da prova.
“Começaram a temporada com muitos problemas na equipa, com vários atletas lesionados e com a suspensão do Rio Ferdinand. Mas agora ele está de volta, o Rooney está bastante bem, e o Saha também vai regressar. Quando olho para o poder de fogo deles, com o Nistelrooy, Alan Smith e Giggs, penso que é um ataque espectacular. Muito mais do que o Arsenal e nós no Chelsea temos”.
Contudo, caso os ‘gunners’ vençam, Mourinho acredita que os ‘red devils’ dificilmente serão campeões.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)