Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Nacionalize-se o erro

Para os adversários directos do FC Porto, só a arbitragem explica a robusta vitória dos campeões nacionais sobre o Nacional.
25 de Outubro de 2011 às 01:00
Nacionalize-se o erro
Nacionalize-se o erro

Se a generalidade dos analistas considerou que o golo de Walter (o 2º da noite) e o de Hulk (o último) foram irregulares, o que reduziria o resultado para uns 3-0, já entre as camadas mais emotivas dos adeptos rivais registou-se que o golo de Sapunaru (o 3º) e o golo de Kléber (o 4º) analisados à lupa deixam também muitas dúvidas... Nesse caso o FC Porto devia ter ganho por 1-0? Não, senhor. Devia ter empatado 1-1 porque ficou por marcar uma grande penalidade castigando um derrube espectacular de Álvaro Pereira a Mateus. Exagero ou não, foram muitos casos e pouco futebol.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)