Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

NÃO ME SINTO CULPADO PELA LESÃO

Depois da goleada sofrida anteontem no Estádio da Luz, Marco Tábuas, guarda-redes do V. Setúbal, confessou ontem ao CM a sua tristeza pelo facto de ter causado, ainda que acidentalmente, a lesão de Nuno Gomes.
9 de Novembro de 2004 às 00:00
“Estou triste. Nenhum companheiro faz algo para magoar o outro. Aconteceu, mas foi fortuito, não me sinto culpado por isso. Fomos os dois à bola e houve um choque igual a tantos outros que há num jogo de futebol”.
O guardião dos sadinos, que está a acompanhar à distância o evoluir da situação de Nuno Gomes, deseja que a lesão não seja tão grave como aparenta. “Apesar de o Nuno ter ficado com mais mazelas, o choque foi tal que eu ainda tenho algumas dores. Espero que a ressonância que vai fazer hoje [ontem] não acuse nada de muito grave”, disse, num desejo que se concretizou.
Tábuas, que sublinha a importância de Nuno Gomes na equipa benfiquista, desejou uma rápida recuperação ao avançado. “O Nuno faz muita falta ao Benfica e espero por isso que recupere o mais rápido possível”. Em relação ao jogo, o guarda-redes sublinha a coragem com que o Vitória se apresentou na Luz. “A nossa intenção era ganhar. Não receámos jogar de igual para igual”. Contudo, Marco Tábuas considera que o 4-0 não reflecte o que se passou em campo. “Apesar do mérito do Benfica e do triunfo incontestável, o resultado foi muito pesado”. O guardião reitera que o objectivo é a manutenção e frisa que é importante recuperar para o jogo com o Nacional. “Jogamos em casa e vamos fazer tudo para conseguir os três pontos”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)