Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Naval afunda sadinos

Desde o dia 15 de Outubro que o V. Setúbal não sabe o que é vencer. O triunfo incontestável da Naval ontem, no Bonfim, por 3-0, agudizou ainda mais a crise dos sadinos, aumentando a decepção e descontentamento dos adeptos que não saboreiam um triunfo, em casa, há já quatro meses.
15 de Janeiro de 2007 às 00:00
Na partida que marcou a estreia do treinador Carlos Cardoso no Bonfim, os adeptos sadinos tiveram oportunidade de observar os dois reforços de Inverno, André Barreto e Rui Dolores, mas não tiveram qualquer razão para sorrir.
Os sadinos voltaram a revelar-se inconsequentes no ataque e inseguros a defender. Logo aos oito minutos, Auri efectuou um passe disparatado, obrigando Hugo a fazer falta em zona perigosa. Na conversão do livre directo à entrada da área, a turma da Figueira da Foz inaugurou o marcador. Fajardo cobrou o livre que, depois de passar pela barreira, traiu o guarda-redes Nélson.
Mesmo a ganhar por 1-0, a Naval não precisou de se esforçar muito para controlar as operações. Os pupilos de Mariano Barreto – que também se estreou no comando da equipa – foram quase sempre mais perigosos em toda a primeira parte e estiveram, nos primeiros 35’, mais próximos de dilatar a vantagem do que de sofrer a igualdade.
Nos últimos dez minutos do primeiro tempo, os sadinos dominaram e acercaram-se com maior frequência da área da Naval, mas Taborda segurou a vantagem.
Quatro minutos depois do reatamento, balde de água fria no Bonfim. Após um primeiro aviso de João Ribeiro, Nei aproveitou um dos muitos erros defensivos para, com um remate colocado ao ângulo esquerdo de Nélson, dilatar o marcador.
Até ao apito final, a Naval controlou a seu bel-prazer e voltou a marcar por Mário Sérgio, em contra-ataque (83’), após assistência de calcanhar de Nei. Nos minutos finais o Vitória tentou reagir, mas não evitou a goleada.
FICHA DO JOGO
Local: Estádio do Bonfim, em Setúbal ( 2500 espectadores)
Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa)
V. SETÚBAL: Nélson; Janício, Auri, Hugo (Labarthe 52m) e Bruno Ribeiro; Binho, André Barreto e Amuneke; Rui Dolores, Varela (Besego 73m) e Mbamba.
Treinador: Carlos Cardoso.
NAVAL: Taborda; Mário Sérgio, Fernando, Paulão e China; Orestes, Gilmar e Fajardo (Carlitos 62m) ; João Ribeiro ( Pimenta 57m), Lito ( Dudu 66m) e Nei.
Treinador: Mariano Barreto
Marcador: 0-1, Fajardo (8m); 0-2, Nei (49m); 0-3, Mário Sérgio (83m).
Acção disciplinar: Amarelos: Hugo (8m), Bruno Ribeiro (17m), Gilmar (25m), Auri (75m) e Labarthe (84m).
Melhor jogador: Nei
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)