Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Negócio de Djaniny está a gerar polémica

O empresário de Djaniny, Pedro Cordeiro, deixa em aberto a possibilidade de recorrer à Justiça, caso se confirme que o jogador assinou pelo Benfica sem o seu consentimento. "Não quero acreditar que isso tenha acontecido, pelo respeito que tenho às instituições em causa e às pessoas que representam os clubes. Recuso-me a acreditar, isso nem me passa pela cabeça", desabafou Pedro Cordeiro ao CM.

27 de Dezembro de 2011 às 01:00
Djaniny nasceu em Cabo Verde há 20 anos, mede 1,90 metros e pesa 78 kg
Djaniny nasceu em Cabo Verde há 20 anos, mede 1,90 metros e pesa 78 kg FOTO: Ricardo Graça

O empresário, ligado à Time of Future, empresa que representa outros jogadores como Luís Neto (Nacional), Salvador Agra (Olhanense) e Tiago Terroso (U. Leiria), diz ter em carteira, com conhecimento do União de Leiria, propostas de "clubes de nomeada", que está a estudar neste momento. "Djaniny tem muito valor e pode chegar a um nível muito alto, se não queimar etapas e estiver aconselhado por pessoas que querem o seu bem. Mas esse valor deve-se também a quem apostou nele. Não é qualquer agente que aposta num jogador do distrital", disse Cordeio, acrescentando: "Também não posso acreditar que Djaniny assinou sem me dizer nada. É uma questão de gratidão. Ele não me confirmou nada disso e vejo-o muito tranquilo".

Em relação aos encarnados, Pedro Cordeiro frisa que sempre foi tratado "com muito respeito". "Não vejo nenhuma razão que impedisse a minha presença na assinatura do contrato, caso isso tenha acontecido. Se vou agir? Prefiro pensar que nada disto aconteceu", concluiu.

RAFAEL COPETTI CARIMBA SAÍDA DE EDUARDO

Rafael Copetti, guarda-redes do Internacional de Porto Alegre, vai reforçar os encarnados nas próximas cinco épocas.

O atleta, de apenas 20 anos, é considerado um guarda-redes com grande potencial e a SAD tratou da sua aquisição, a pensar no futuro.

A contratação de Copetti confirma, na prática, a saída de Eduardo no final da época, um desfecho há muito aguardado.

O internacional português chegou à Luz no início da época, cedido pelo Génova e com a clara intenção de lançar a carreira, mas encontrou um ‘obstáculo’ chamado Artur Moraes e tem tido poucas oportunidades.

Na Luz já se encontra também o internacional sub-20 português Mika.

RUBIN KAZAN PRESSIONA ÁGUIAS

O presidente do Rubin Kazan, Dmitri Samarenkin, avisou ontem os encarnados que não está disposto a deixar sair o lateral--esquerdo Cristian Ansaldi antes do final do contrato. "Não vendemos Ansaldi por três, cinco ou dez milhões de euros. É um dos nossos melhores jogadores, precisamos dele na equipa. Porquê vendê-lo a meio da época?", declarou Samarenkin, ontem, à imprensa russa.

Ansaldi termina contrato em 2012, mas apenas em Dezembro, já que o calendário futebolístico russo é diferente da Europa Ocidental.

Contudo, as palavras de Samarenkin podem não passar de uma forma de pressão sobre o clube da Luz. Mesmo saindo apenas em Dezembro, Ansaldi poderá assinar por outro clube seis meses antes de expirar o contrato e o Rubin Kazan ver--se-ia obrigado a deixá-lo partir sem encaixe financeiro.

DJANINY BENFICA POLÉMICA
Ver comentários