Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Novo 2-1 com marca de Jara

Pelo quarto jogo consecutivo em casa e, tal como frente ao Estugarda com um golo de Franco Jara nos últimos minutos, o Benfica deu a volta a uma entrada em falso e venceu por 2-1 o Paris Saint-Germain, deixando a eliminatória em bom caminho.
11 de Março de 2011 às 00:30
No minuto 71, o argentino Javier Saviola foi derrubado por Makonda na área do PSG, mas o árbitro Pavel Kralovec não assinalou penálti
No minuto 71, o argentino Javier Saviola foi derrubado por Makonda na área do PSG, mas o árbitro Pavel Kralovec não assinalou penálti FOTO: Tiago Sousa Dias

Contudo, não foi um bom jogo dos encarnados, com menos velocidade e segurança táctica do que há semanas, cometendo muitos erros defensivos e na transição para o ataque, perante um adversário muito mais acessível do que sugere o resultado tangencial.

A entrada foi desastrosa, com múltiplas perdas de bola e equívocos posicionais, um dos quais possibilitou o golo francês, ainda não se tinha completado o primeiro quarto de hora. A seguir ao golo, o Paris SG desperdiçou mais três oportunidades claras, com mérito para Roberto ainda que, no lance de Erdinç (17’) com a ajuda do poste esquerdo.

Só aos 27’, um remate de pé direito de Cardozo começou a sacudir a tendência, dando início a um bom final de primeira parte, com mais velocidade, frente a uma defesa bem montada por Kambouaré. O empate surgiu à beira do intervalo, com Maxi Pereira decidido e perfeccionista a dar o melhor caminho a um passe artístico de Carlos Martins.

O razoável final de primeira parte não teve sequência após o intervalo, por causa da fadiga dos dois alas encarnados, Salvio e Gaitán, que caíram muito na última semana e não puderam dar à equipa a profundidade de que ela necessita nos lances rápidos de ataque.

Jesus apostou na combinação Aimar/Jara para os últimos 20 minutos, então contra um Paris SG acantonado atrás, e a equipa, sem jogar bem, porfiou, mostrou vontade e acabou por chegar à vitória em lance congeminado pelos dois substitutos: Aimar passou e Jara rematou certeiro à entrada da área.

MAXI FAZ JOGO DE ALTA ROTAÇÃO

Maxi Pereira – Continua a jogar em alta rotação e foi o autor do primeiro golo benfiquista.

Roberto – Excelente defesa a remate de Erdinç e outra, a evitar que Luyindula causasse mais estragos.

Luisão – Jogou por dois, já que Sidnei se limitou a fazer número.

Sidnei – Um desastre. Somou passes errados, embrulhou-se por vezes com Luisão e ouviu assobios.

Fábio Coentrão – Tal como Maxi Pereira, jogou a um ritmo que os companheiros tiveram dificuldades em acompanhar, explorando todo o corredor esquerdo.

Javi García – Sentiu dificuldades de início, mas foi subindo de rendimento até ser um dos esteios.

Salvio – Faltou frescura física para desequilibrar no um contra um.

Carlos Martins – Rasgou a cortina defensiva francesa e ‘inventou’ o passe para o golo de Maxi Pereira.

Gaitán – Está preso por arames. Pertenceu-lhe o primeiro remate perigoso, mas também uma perda de bola que ia dando golo do PSG.

Saviola – Sofreu um penálti de Makonda. O árbitro não viu.

Cardozo – Livre perigoso e um remate à meia-volta.

Jara – Devia ter entrado mais cedo.

Aimar – Mostrou toda a sua classe no lance do golo de Jara.

César Peixoto – Jogou pouco.

"A UEFA NÃO VÊ NADA"

Jorge Jesus não poupou críticas à arbitragem de Pavel Kralovec, depois da vitória do Benfica sobre o PSG, por 2-1, no encontro relativo à primeira-mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. "Este jogo tem dois casos: primeiro, o golo de Luyindula em fora-de-jogo. Depois, é a grande penalidade sobre Saviola não assinalada [71 minutos]. A UEFA pôs cinco árbitros no jogo, mas continua a não ver nada. Fomos prejudicados", disse ontem o técnico.

Apesar das queixas, Jorge Jesus realçou a atitude dos seus jogadores. "O Benfica teve uma segunda parte diabólica. Jogámos contra uma grande equipa, que está a disputar os primeiros lugares no campeonato francês [5º classificado, a cinco pontos do líder, Lille]", frisou o treinador, que está confiante numa passagem aos quartos-de-final da competição.

"É uma vitória, que é o que eu queria. Claro que se não sofrêssemos nenhum golo era melhor, mas o mais importante está conseguido. Partimos em vantagem. Estamos melhor do que quando começámos a eliminatória. Isso vai ser determinante para passarmos", concluiu.

Javier Saviola também apontou baterias à equipa de arbitragem no final do jogo. "É penálti claro. Foi uma jogada rápida, mas é penálti claríssimo. Fui derrubado na área. Não sei como o árbitro não viu", afirmou o avançado argentino.

Franco Jara, autor do golo vitorioso (2-1) das águias, destacou a importância do triunfo na Luz, mas avisou que "ainda nada está conseguido".

CD LIGA AVANÇA COM ACUSAÇÃO

A Comissão Disciplinar da Liga já deu por concluído o processo em que estão envolvidos Jorge Jesus e o jogador do Nacional Luís Alberto após o jogo que os madeirenses disputaram diante do Benfica (22 de Janeiro, 4-2). Segundo soube o CM, a CD decidiu não arquivar o caso e, nos próximos dias, vai informar Jesus e Luís Alberto sobre a acusação de que vão ser alvo. Caso decida avançar com conduta imprópria, jogador e treinador serão multados. Se a acusação for de tentativa de agressão, Jesus arrisca entre 8 dias a 3 meses de suspensão e o médio até um ano. Ambos já afirmaram que não houve agressões.

FICHA DE JOGO

Liga Europa- 1.ª Mão - ‘Oitavos’

Estádio da Luz - Assistência: 35 000

BENFICA: Roberto, Maxi Pereira, Luisão, Sidnei, Fábio Coentrão, Javi Garcia, Salvio (Franco Jara 66’), Gaitán (Pablo Aimar 71’), Carlos Martins (C. Peixoto 85’), Saviola, Cardozo.

Treinador: Jorge Jesus

PSG: Édel, Makonda (Makhedjouf  75’), Armand, Traouré, Ceará, Chantôme, Camará, Nêne, Luyindula (Maurice 44’), Bodmer (Kabado 70’), Erdinç.

Treinador: Antonie Kombouaré

Golos: 0-1 Luyindula (14’), 1-1 Maxi Pereira (41’), 2-1 Franco Jara (82’)

Árbitro: Pavel Kralovec (Rep. Checa) 4

Disciplina: amarelos: Salvio (26’), Armand (30’), Ceará (39’), Nêne (83’) e Camara (90’ 1).

Classificação do jogo 6

BENFICA LIGA EUROPA PSG ESTÁDIO DA LUZ
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)