Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Novo treinador do Villarreal morre de ataque cardíaco

O treinador espanhol Manolo Preciado, que deveria ser apresentado na sexta-feira como o novo responsável pelo Villarreal, morreu na noite de quarta-feira, aos 54 anos, vítima de um ataque cardíaco. Terminou assim uma longa carreira, marcada por seis temporadas consecutivas à frente do Sporting de Gijón, trabalhando com o médio português Castro nas últimas duas.
7 de Junho de 2012 às 12:32
Manolo Preciado passara as últimas seis temporadas ao comando do Sporting de Gijón
Manolo Preciado passara as últimas seis temporadas ao comando do Sporting de Gijón FOTO: Eloy Alonso/Reuters

Emprestado pelo FC Porto ao Sporting de Gijón - que, tal como o Villarreal, foi despromovido no final da última temporada -, Castro partilhou a sua comoção nas redes sociais. "Hoje é um dos dias mais tristes da minha vida. Não sei o que dizer, a dor que sinto é muito grande. Um 'abrazo, mi amigo Manolo Preciado'", escreveu o futebolista nas suas contas de Facebook e de Twitter, já nesta quinta-feira.

Manolo Preciado tinha sido anunciado como o novo treinador do Villarreal na segunda-feira, cabendo-lhe iniciar a recuperação de uma equipa que passou da Liga dos Campeões para a segunda divisão. Afectado por uma virose durante a semana, estava numa casa de praia, perto da cidade de Valencia, quando às 23h15 sofreu o enfarte do miocárdio que lhe custou a vida.
 
As tentativas de reanimação do treinador espanhol não surtiram efeito.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)