Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Nunca houve tanta concorrência no Benfica

No lançamento do jogo de hoje com a Académica, Ronald Koeman defendeu ontem que os incidentes verificados nos treinos entre Luisão e Karagounis e Anderson e Miccoli se devem ao aumento da concorrência após a chegada dos reforços. Mas avisou os jogadores que têm de ser mais disciplinados.
15 de Janeiro de 2006 às 00:00
Treinador holandês Ronald Koeman admite fechar as portas dos treinos
Treinador holandês Ronald Koeman admite fechar as portas dos treinos FOTO: Jorge Paula
O técnico criticou, contudo, o destaque dado pela Imprensa aos incidentes e ameaçou treinar à porta fechada: “Com a chegada dos reforços, há mais tensão, mas estas coisas são normais e acontecem em todo o lado. O facto de ter acontecido duas vezes em pouco tempo é que é mais grave, por isso temos de ser mais disciplinados. No FC Porto e no Sporting também acontece, mas aí vocês [jornalistas] não podem entrar. Entendo que o futebol é para os adeptos, mas se aqui a Imprensa dá tanta importância a estes incidentes a última alternativa seria fechar as portas”.
O treinador salientou que os jogadores têm de saber lidar com a nova realidade: “Nos últimos tempos, nunca o plantel teve tanta concorrência como agora. Mas se queremos chegar longe em todas as provas tem de ser assim. A concorrência é boa se os jogadores a aceitarem”.
Nesse sentido, Koeman deixou entender que Moretto vai continuar a ser titular... e avisou: “Não posso andar todos os dias a falar do Quim, essa é uma decisão que está tomada e ponto final. Compreendo que é uma situação complicada para o Quim, mas tem de ser profissional, trabalhar e não pode andar triste a vida toda”, disse, frisando que se o guardião quiser sair “tem de falar com o clube”.
KARYAKA VOLTA AOS TREINOS
Outra polémica dos últimos dias foi a entrevista de Karyaka a um jornal russo, na qual o médio criticava o clube, o treinador e Portugal. “Ele disse que era tudo mentira, que não disse aquilo. O processo que o clube abriu está no fim e segunda-feira já treina connosco. Se fica no Benfica? Em princípio sim”, disse o treinador.
"ASSIS? JOGAM OS QUE EU QUERO"
Ronald Koeman tem opinião diferente de Luís Filipe Vieira em relação a Nuno Assis. Em recente entrevista ao Correio da Manhã, o presidente do Benfica foi peremptório na forma como defendeu o médio. “Nuno Assis é craque e não sai”, disse Vieira. Mas o treinador, que ontem voltou a não convocar o jogador, não parece disposto a mudar de ideias
e deixou claro que não aceita intromissões na área técnica.
“O presidente pode falar assim, está no seu direito, mas eu, enquanto treinador, também tenho o direito de pôr a jogar aqueles que eu quero”, afirmou o técnico holandês, que recentemente já avisou que a situação de Assis é complicada, tendo mesmo sugerido que a melhor solução para o atleta passaria pela sua saída.
Quanto ao jogo de hoje, Koeman está confiante: “Este jogo será muito diferente do da primeira volta. Eles vêm para defender bem e sair em contra-ataque. Temos de estar preparados. O Benfica está no bom caminho, fisicamente estamos bem, futebolisticamente temos que melhorar. Se continuarmos com a mesma segurança na defesa é muito difícil baterem-nos”.
APONTAMENTOS
DISCIPLINA
O técnico revelou o que disse aos jogadores após os incidentes nos treinos: “Temos de ser profissionais em todos os sentidos e isto não pode acontecer. No campo há disciplina, fazemos poucas faltas, e fora do campo também tem de haver”.
NOVE PONTOS
Vencer os próximos três jogos (Académica, Gil Vicente e Sporting) é objectivo assumido: “Vamos fazer três jogos em que no início da temporada só conquistámos um ponto. Agora o plantel é mais forte, melhorámos muito e temos de tentar somar nove”.
CONVOCADOS
Koeman repetiu os convocados do jogo com o Tourizense: Quim e Moretto; Luisão, Anderson, Ricardo Rocha, Alcides, Léo e Nélson; Petit, Manuel Fernandes, Beto, Karagounis; Simão, Geovanni, Manduca, Robert, Marco Ferreira, Miccoli e Nuno Gomes.
Benfica-Académica, Hoje, 18H45, Directo, SportTV
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)