Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

NUNO ESCAPA À FACA E SÓ PÁRA UM MÊS

Os cenários mais pessimistas não se confirmaram. A lesão contraída anteontem por Nuno Gomes frente ao Vitória de Setúbal, após um choque com Marco Tábuas, não é tão grave como se chegou a temer, tendo ficado ontem afastada a hipótese de uma rotura de ligamentos.
9 de Novembro de 2004 às 00:00
O jogador sofreu um estiramento do ligamento lateral interno do joelho esquerdo, prevendo--se que fique apenas um mês afastado dos relvados. O departamento médico do Benfica emitiu ontem um comunicado no qual esclarece que o atleta não será operado. “Conforme observação clínica inicial, confirma-se entorse do joelho esquerdo, não sendo necessário o recurso a qualquer atitude cirúrgica. Será efectuado tratamento considerado adequado a este tipo de situações”, pode ler-se na nota divulgada pelo corpo clínico da Luz através da página do clube na internet. Apesar de o Benfica não estabelecer um prazo previsível para a recuperação de Nuno Gomes, este tipo de lesões demora habitualmente um mês a ser debelada.
A ressonância magnética ontem realizada trouxe boas notícias, revelando que o jogador não sofreu qualquer rotura dos ligamentos do joelho esquerdo, o que a verificar-se poderia ter colocado em causa o resto da temporada. Os ligamentos foram à mesma afectados, mas sofreram apenas um estiramento, sendo nestes casos aconselhável um tratamento conservador, sem recurso a cirurgia. Refira-se que esta lesão nada tem a ver com a que o jogador sofreu no final do Euro’2004 e que o levou a falhar a pré-temporada ‘encarnada’. A lesão contraída no Euro foi no joelho direito e mais grave (rotura parcial do ligamento lateral interno), enquanto esta última foi uma entorse no joelho esquerdo.
Nuno Gomes foi ontem observado no departamento médico ‘encarnado’ e realizou uma ressonância magnética numa clínica lisboeta. O corpo clínico da Luz entende estar já na posse de todos os dados necessários a um diagnóstico fiável. O programa de recuperação será realizado diariamente no Estádio da Luz.
TERCEIRA PARAGEM LONGA
Nuno Gomes será forçado à sua terceira longa paragem devido a lesão, ao serviço do Benfica. Na sua primeira passagem pela Luz, entre 1997 e 2000, Nuno não teve problemas com lesões e foi quase totalista em partidas do campeonato (33 jogos na primeira época e 34 nas duas seguintes, apontando um total de 60 golos). Depois passou dois anos na Fiorentina e, quando regressou à Luz, em 2002/2003, as coisas complicaram-se. Durante a passagem por Itália, Nuno contraiu uma lesão na cartilagem do tornozelo esquerdo, que o forçou a paragens esporádicas na primeira época pós-regresso, mas ainda assim realizou 27 jogos no campeonato e marcou 9 golos. A época passada, em Junho de 2003, foi operado ao tornozelo. Esteve quatro meses a recuperar e só regressou aos relvados em Outubro do mesmo ano. Durante a temporada sentiu outros problemas, quase sempre de ordem muscular, e no fim da época totalizou 21 jogos para o campeonato (7 golos). Este ano, lesionou-se no joelho direito na final do Euro’2004, não fez a pré-época, falhou os jogos da pré-eliminatória da ‘Champions’, e só voltou a jogar em Setembro. Foi utilizado em sete jogos para o campeonato (313 minutos) e ainda não marcou, tendo apenas facturado dois golos ante o Heereveen, para a Taça UEFA.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)