Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Nuno Ribeiro foi o terceiro homem da equipa

A Volta a Múrcia terminou ontem com a prevista vitória do camisola amarela Koldo Gil, colega de equipa do português Nuno Ribeiro, que manteve o 40.º lugar na geral alcançado na tirada montanhosa da véspera.
7 de Março de 2005 às 00:00
A última etapa, com partida e chegada a Múrcia, na distância de 150,6 km, teve nos ciclistas da Comunidade Valenciana os seus grandes animadores, particularmente os irmãos Carlos e Adolfo Garcia que assumiram o comando da corrida aos 30 quilómetros e chegaram a registar quase três minutos de vantagem.
Esta iniciativa acabou por ser anulada ao cabo de 50 quilómetros, mas o pelotão foi obrigado a intenso esforço na operação de caça aos fugitivos, esforço que se prolongou, mas agora a cargo das equipas Gerolsteiner e Liberty, na perseguição a dois outros ‘aventureiros’, Cayetano Julia (Baleares) e António Berasategui (Kaiku), os quais vieram a ser alcançados a sete quilómetros da meta, já que aqueles dois grupos preparavam o terreno para os seus ‘sprinters’, Hondo e Davis, duelo em que este último levou a melhor.
Nuno Ribeiro terminou a etapa integrado no pelotão da frente, em 70.º, com o mesmo tempo do vencedor, o seu colega de equipa Allan Davis, guardando, assim, a sua posição na geral e a diferença de 8m 03s.
Koldo Gil, venceu ainda duas etapas, o prémio da montanha e o combinado, enquanto a Kaiku conquistou o primeiro lugar na classificação por equipas, onde a Liberty ficou em 6.º lugar.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)