Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena

Portugueses vão fazendo aquilo que tão bem sabem fazer: festa e barulho no apoio à sua equipa.
Lusa 19 de Junho de 2021 às 16:48
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' luso que se opõe à rigidez germânica na Allianz Arena
O 'calor' das vozes portuguesas no exterior da Allianz Arena vai contrastando com a austeridade dos alemães, que estarão em maioria no interior do recinto que vai acolher hoje o encontro do Grupo F do Euro2020 de futebol.

As muitas camisolas brancas da 'Mannschaft' que circulam ao redor da 'nave espacial' de Munique seguem silenciosas, sem grandes manifestações de euforia, bem ao estilo germânico, imponente e determinado em cada passo dado.

Apesar do ambiente pouco festivo, talvez justificado pelo momento castrador que o mundo atravessa e que limita a lotação do estádio a pouco mais de 14.000 adeptos nas bancadas, são várias as bandeiras portuguesas em riste em direção à Allianz Arena, algumas das quais empunhadas... por adeptos alemães.

Embora em minoria, os portugueses vão fazendo aquilo que tão bem sabem fazer: festa e barulho no apoio à sua equipa, não faltando o já popular grito protagonizado por Cristiano Ronaldo a cada golo que marca: "Siiiiiiim."

As esperanças lusas voltam a estar viradas para o 'capitão' de equipa, autor de dois golos na estreia, com a Hungria (3-0), mas que ainda procura o primeiro tento à Alemanha, algo que não conseguiu alcançar nos quatro jogos em que enfrentou os germânicos, todos eles com desfecho 'amargo' para Portugal.

Portugal e Alemanha jogam hoje, a partir das 18:00 locais (17:00 em Lisboa), no estádio Allianz Arena, em Munique, em jogo da segunda jornada do Grupo F do Euro2020, que será dirigido pelo inglês Anthony Taylor.

Na primeira ronda, a seleção nacional venceu por 3-0 a Hungria, em Budapeste, com um golo de Raphaël Guerreiro e dois de Cristiano Ronaldo, e soma três pontos no Grupo F, contra quatro da França, que venceu os alemães por 1-0, em Munique, e hoje empatou surpreendentemente com a Hungria, em Budapeste (1-1).

O Euro2020, que foi adiado para 2021 devido à pandemia de covid-19, decorre até 11 de julho, em 11 cidades de 11 países.

Ver comentários