Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

O lobo (Wolf) não vestiu a pele

Wolfswinkel – Conhecido como ‘Lobo’, esteve mexido e foi protagonista das três ocasiões de golo: numa rematou ao lado, nas outras duas serviu Schaars e Onyewu para remates perigosos. Ontem, o lobo não lhe vestiu a pele, mas merecia.
27 de Novembro de 2011 às 01:00
Wolfswinkel conversa com o árbitro João Capela
Wolfswinkel conversa com o árbitro João Capela FOTO: Francisco Paraíso

Patrício - Feliz no remate ao poste de Gaitán, não se impôs na área e Javi cabeceou para o golo. Evitou o 2-0 de Cardozo.

João Pereira - Tentou incorporar-se no ataque, sem grande sucesso, à excepção de um centro para Capel falhar. Bateu-se bem defensivamente.

Onyewu - Seguro nos despiques individuais e autoritário nos físicos, quase marcava de pé esquerdo. Não atacou a bola no golo e manchou aí a exibição.

Polga - Na linha de Onyewu. Não se impôs no golo de Javi García ao minuto 42.

Insúa - Falta de timing na entrada aos lances e uma menor vocação ofensiva.

Elias - O perdulário da noite. Falhou oportunidade flagrante de cabeça (grande defesa de Artur) e depois, numa recarga, sem marcação, atirou ao lado.

Carriço - Dificuldade para parar Aimar. Viu um amarelo cedo (mal mostrado).

Schaars - Um remate perigoso e algumas boas combinações na meia-esquerda, sem nunca descobrir a linha de passe decisiva. Mas fez um bom jogo.

Matías - Jogo azarado. Saiu lesionado aos 26 minutos.

Capel - Começou o jogo com grande cruzamento para Wolfs-winkel desperdiçar, mas denotou dificuldades para ultrapassar a oposição de Maxi. Teve, ainda assim, um par de cruzamentos perigosos.

Carrillo - Entrou e pouco depois teve um grande slalom, só parado pela mancha de Artur. Dá um golo de bandeja para Elias falhar.

André Santos - Nada acrescentou à equipa em qualidade de passe e viu um amarelo.

Bojinov - Entrou na fase de desespero. Nada resolveu.

O OLHAR DO ADEPTO: RESULTADO DO DÉRBI É JUSTO?

LEONOR PINHÃO, JORNALISTA - BENFICA

Resultado justo. O Sporting voltou a beneficiar da generosidade alheia, jogou contra 10 mais de meia hora e não conseguiu criar uma única oportunidade séria de golo. O Benfica, que jogou melhor enquanto foram 11 contra 11 (pela simples razão de que tem melhores jogadores), foi ainda melhor no 10 contra 11 (porque tem mais traquejo e categoria) e mereceu os três pontos. Nem Capel nem Capela...

JOÃO BRAGA, FADISTA - SPORTING

O futebol está cada vez mais parecido com o Estado português - justiça, nem vê-la. Constatou-se isso mesmo ontem à noite na gaiola da Luz. O Sporting foi a melhor equipa em campo, merecia ter ganho o jogo ou, no mínimo, não o ter perdido. Para enfeitar a sua capelinha vermelha, viu-se o Capela a fazer vista grossa às inúmeras faltas sobre o Capel. Parabéns a Domingos e aos seus jogadores.

sporting dérbi benfica wolfswinkel joão capela
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)