Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

“O que interessa ganhar ao Benfica e perder depois?”

O treinador do Sporting, Franky Vercauteren, defendeu esta quarta-feira que o jogo com os húngaros do Videoton, quinta-feira a contar para a Liga Europa em futebol, pode motivar os jogadores para o clássico com o Benfica.
5 de Dezembro de 2012 às 16:09
Vercauteren diz que já percebeu ambiente do dérbi lisboeta
Vercauteren diz que já percebeu ambiente do dérbi lisboeta FOTO: Tiago Petinga/Lusa

"Não foi difícil motivar os jogadores. O treinador tem sempre a necessidade de preparar os jogadores para estarem confiantes e para ganhar. Mesmo nos treinos os jogadores têm obrigação de ganhar e eles sabem isso. Têm de jogar como preparação para o Benfica", sublinhou o técnico na conferência de imprensa de antevisão do encontro da sexta e última jornada da Liga Europa.

Vercauteren avança saber da importância que se reveste o jogo de segunda-feira, da 11.ª jornada da I Liga, em que o Sporting recebe o Benfica, mas reafirma que todos os encontros são para ganhar e não somente ao rival de Lisboa.

"Já percebi como jogo é vivido aqui. Mas para as nossas ambições todos os jogos são importantes. O que interessa ganhar ao Benfica e perder depois os jogos seguintes? É preciso ganhar todos", afiançou o treinador, que chegou a Alvalade em meados de Outubro em substituição de Sá Pinto.

O técnico belga admite que poderá fazer algumas alterações na equipa na recepção ao Videoton, uma vez que tem jogadores indisponíveis, o que dará uma oportunidade a outros que podem não ser tantas vezes utilizados, num jogo que servirá para o Sporting, já sem hipóteses de apuramento, cumprir calendário.

Presente na conferência de imprensa esteve também o argentino Valentim Viola, que admitiu que os jogadores do Sporting "estão motivados" e "com confiança" apesar de saberem que já estão fora da Liga Europa.

"No jogo de amanhã [quinta-feira] vamos mostrar-nos, vai dar-nos confiança para segunda-feira, o jogo mais importante de todo o ano [com o Benfica]", disse o avançado.


Apesar de considerar o jogo com o rival "encarnado" o mais importante do ano, Viola não considera que o mesmo vá salvar a época.

"É um jogo muito importante pelo contexto, mas não salva a temporada. São três pontos. É importante porque é um clássico, seria importante para nós ganharmos, dar-nos-ia confiança", sublinhou o argentino.

Viola mostrou-se ainda agradado com a visita do presidente Godinho Lopes ao balneário aquando do jogo em Moreira de Cónegos (2-2) e depois com o convite ao plantel para uma visita ao museu do Sporting.

"Não há pressão nenhuma. É bom saber que o presidente se junta ao plantel. Jogadores, técnicos e dirigentes, todos somos um grupo que deve estar unido para andar para a frente", salientou.

Já Franky Vercauteren não quis tecer grandes comentários quando questionado se a sua autoridade no balneário estava a ser colocada em causa devido à visita inesperada do presidente do clube ao balneário, adiantando que Godinho Lopes sabe o que ele pensa sobre o assunto.

sporting benfica vercauteren videoton viola dérbi liga europa alvalade
Ver comentários