Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

O SPORTING É UM GRANDE CLUBE PARA ROCHEMBACK

“O Sporting é um clube conhecido em todo o Mundo e jogar lá, para o Fábio (Rochemback), será uma grande honra”. Foi desta forma que ontem, desde o Brasil, Juarez Rochemback, pai do médio que o Barcelona vai emprestar aos ‘leões’, comentou a possibilidade do filho dar sequência à sua carreira na SuperLiga.
15 de Julho de 2003 às 00:00
Na última época, Rochemback, 23 anos, fez 30 jogos e dois golos
Na última época, Rochemback, 23 anos, fez 30 jogos e dois golos FOTO: Gustavo Nacarino
“Esta semana, tudo vai ficar resolvido”, garantiu o patriarca da família, ele que vai juntar-se a Rochemback logo que este trate da sua nova residência em Lisboa.
E se é certo que as palavras de elogio não pertencem ao médio desejado pelo Sporting, a verdade é que Rochemback dá especial atenção aos conselhos da família, tomando as suas decisões sempre em consonância com a opinião daqueles que com ele vivem. Aliás, à semelhança do que acontece em Barcelona, também agora Juarez e a esposa se preparam para acompanhar Rochemback e fixar residência em Lisboa: “Só depois de tudo ficar acertado poderemos falar disso mas reconheço que viver em Lisboa, até pela língua e pelo clima, seria muito bom para todos nós”.
Ainda sem dar a transferência como garantida, Juarez não esconde que o Sporting tem sido, ao longo dos últimos dias de férias que a família passou no Brasil, um dos principais temas de conversa. “O Mário Rossi, representante do Fábio, tem estado em contacto connosco e já sabemos algumas coisas sobre o Sporting. A equipa tem outros jogadores brasileiros e esse é um factor positivo”, revelou Juarez, já a aguardar pelo fim das negociações: “O Mário Rossi já está em Barcelona - reuniu ontem com Beguiristain e Sandro Rósel - e o Fábio embarca amanhã (hoje) para tratar de tudo”.
RENITENTE EM ACEITAR 3 ANOS
Mário Rossi, representante de Rochemback, ficou ontem a conhecer, após reunião na Catalunha, o acordo celebrado entre o Sporting e o Barcelona. Entre os clubes, e inserido na transferência de Quaresma, ficou acertado o empréstimo por três anos, cenário que o jogador deverá recusar sem, contudo, colocar em causa quer a contratação do ‘mustang’, quer o seu ingresso no Sporting.
Aliás, Rossi não descartou de imediato o empréstimo prolongado, pedindo tempo para estudar a proposta. “Não esperávamos tanto tempo de empréstimo. Contávamos com um ano, não com três”, disse o agente. Do lado do ‘Barça’, foi Beguiristain quem se pronunciou: “Rochemback tem 48 horas para decidir”. O médio viaja hoje para Barcelona e deverá já amanhã chegar a acordo com o Sporting, subsistindo dúvidas quanto à duração do contrato.
QUEM É FÁBIO ROCHEMBACK?
AGRESSIVO
Faz da agressividade uma das suas grandes armas, o que lhe permite ser, simultaneamente, organizador, dada a capacidade técnica, e recuperador de jogo. Faz bom uso da meia-distância.
IMPULSIVO
A impulsividade é algo a trabalhar pelo novo reforço. O seu temperamento leva-o a cometer alguns excessos, mesmo nos treinos. Na última época, chegou a ‘pegar-se’ com Luís Enrique.
‘AMIGÃO’
Rochemback é extrovertido e afável nos relacionamentos. Geovanni, hoje no Benfica, e Thiago Motta, igualmente brasileiros, eram os seus grandes amigos em Barcelona.
CLAYTON ESTREOU-SE NA ACADEMIA DE ALCOCHETE
O brasileiro Clayton treinou ontem pela primeira vez com os novos companheiros de equipa, na Academia do Sporting, em Alcochete.
Na sua primeira sessão de trabalho, depois de ter trocado o FC Porto pelo clube de Alvalade, rumando Ricardo Fernandes para as Antas, Clayton assumiu de imediato as suas funções, ou seja, a de extremo esquerdo no esquema de ataque que o treinador Fernando Santos pretende implantar.
Depois de cerca de uma hora e meia bem ‘rasgadinha’, Clayton e Silva, os dois reforços para o ataque ‘verde-e-branco’, ainda permaneceram no relvado, na companhia do preparador físico Justino, para fazerem corrida. O objectivo é que estes dois jogadores recuperem o mais depressa possível a melhor forma física, pois quando chegaram ao Sporting já o plantel tinha alguns dias de trabalho nas ‘pernas’
No reencontro com Fernando Santos – o treinador trabalhou com o brasileiro quando orientava o FC Porto –, Clayton não teve um minuto de descanso, participando em todos os exercícios realizados durante a sessão. Ainda à procura da sua melhor forma, depois de um período de férias no Brasil, Clayton mostrou-se algo discreto no seu primeiro dia de trabalho vestindo as cores do Sporting.
Para hoje está previsto que o brasileiro se desloque à Sala de Imprensa, para dar conta das suas primeiras impressões como ‘leão’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)