Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

O título está mais longe

Dias da Cunha não o disse abertamente, mas certo é que o presidente do Sporting concordou ontem com a afirmação feita, ao CM, por Paulo de Andrade, administrador executivo da SAD, segundo a qual os adversários directos dos ‘leões, mais precisamente o Benfica e FC Porto, “parecem levados ao colo”.
16 de Março de 2005 às 00:00
“O Sporting já perdeu campeonatos por ter sido deliberadamente prejudicado, algo que não se tem verificado este ano. O que temos vistos são ajudas dadas a alguns clubes que se encontram em concorrência directa connosco”, disse o líder ‘leonino’ após uma visita ao Núcleo Museológico do Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas, na Pontinha.
Ainda assim, Dias da Cunha não culpa estas “ajudas” pela má campanha dos ‘leões’: “O campeonato está mais complicado para o Sporting este ano. A equipa é a que melhor futebol pratica, mas tem sido extremamente irregular e comete falhas incompreensíveis. Se ainda acredito no título? Estando a seis pontos do líder, é claro que não se tem a mesma confiança. No entanto, ainda acredito que é possível conquistar o título, bem como a UEFA”.
O líder máximo do Sporting não deixou ainda de mostrar a sua esperança quanto ao futuro do futebol, revelando-se expectante quanto à intervenção do Governo para acabar com os ‘lobbies’ do futebol: “O ‘lobby’ do futebol é hoje quase tão forte como o ‘lobby’ da Associação Nacional de Farmácias. Pelo que tenho visto, temos um Governo capaz de afrontar estes interesses e o discurso do primeiro-ministro [José Socrates] foi muito positivo”.
Finalmente, numa altura em que as opções de gestão de Dias da Cunha e a aliança com o Benfica foram muito criticadas internamente, o presidente do Sporting falou com alguma indiferença das demissões de Guilherme de Palma Carlos e Jorge Fagundes, ex-elementos do Conselho ‘Leonino’. “Só faz falta quem lá está e que trabalha. Em termos percentuais estas duas saídas não representam nada. Não é algo que me preocupe”, concluiu.
25 DE ABRIL RELEMBRADO
Dias da Cunha esteve no Regimento de Engenharia n.º1, onde esteve localizado, entre 24 a 26 de Abril de 1974, o Posto de Comando do MFA, onde compartilhou a forma como viveu a Revolução dos Cravos com jovens alunos do 9.º ano. O presidente do Sporting respondeu às perguntas dos mais novos, incentivando-os a interessarem-se pela intervenção política, relembrando a importância de um direito conquistado após o 25 de Abril, que é a liberdade de decidir e votar livremente.
ROCHEMBACK E CUSTÓDIO KO
O Departamento Médico de Alvalade revelou ontem que Custódio e Fábio Rochemback não vão poder defrontar, quinta-feira, o Middlesbrough, jogo da 2.ª mão dos oitavos-de-final da Taça UEFA, por ainda apresentarem algumas limitações físicas. Entretanto, notícias na Imprensa brasileira, citadas pela Rádio Renascença, falavam ontem do interesse do Flamengo na contratação do avançado Mota, um jogador que não tem conseguido impor-se no Sporting.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)