Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Obikwelu diz que se tivesse tomado doping teria recorde mundial

Francis Obikwelu voltou a sublinhar que “está limpo”, mas que caso tivesse recorrido ao doping poderia ter batido o recorde do Mundo dos cem metros. O atleta rejeitou as ligações ao grupo investigado em Espanha por consumo de doping.
12 de Janeiro de 2011 às 16:36
Francis Obikwelu lembrou que chegou a fazer dois testes anti-doping por dia
Francis Obikwelu lembrou que chegou a fazer dois testes anti-doping por dia FOTO: EFE/Andreu Dalmau

"Toda a gente sabe quem é o Francis Obikwelu", disse o velocista. "Se eu tomasse o que eles pensam, não corria em 9,86 segundos [o seu recorde nacional e europeu], mas em 9,50", abaixo do recorde mundial, desabafou esta quarta-feira.

"Ninguém fez tantos controlos como eu fiz na vida. Cheguei a fazer dois por dia", afirma o velocista.

No final de 2010, o seu nome foi associado à ‘Operação Galgo', sobre o circuito de dopagem no desporto em Espanha, em que estava envolvido Manuel Pascua Piqueras, o marido da treinadora do atleta português, enquanto este residiu em Madrid.

O velocista afirma que a ligação do seu nome ao grupo é errada. "Eu não treinava com ele, as pessoas fazem confusão. Nunca vi nada [de doping], ele treinava meio fundo e eu treinava na velocidade, com a mulher", explica.

Para Obikwelu, esse episódio "já é passado", pelo que não se vai "preocupar mais com isso". Admite continuar a falar com a treinadora para saber como está a família, "é uma grande treinadora e grande mulher".

O seu regresso está marcado para 27 e 28 de Janeiro, em Pombal, no Nacional de Clubes onde o atleta promete lutar pelos mínimos para os campeonato da Europa em Paris.

francis obikwelu doping
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)