Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Otto Glória finalmente

Aquele campeonato de 68-69 parecia inclinar-se para o FC Porto.
31 de Março de 2011 às 00:30
Otto Glória finalmente
Otto Glória finalmente

 A quatro jornadas do fim, a equipa nortenha liderava a prova e tinha um calendário mais acessível do que o Benfica, além de ter ganho nas Antas ao seu rival. Contudo, Pedroto deitou tudo a perder, ao suspender quatro jogadores - entre os quais os consagrados Américo e Custódio Pinto - que não acataram o estágio que lhes foi imposto.

Com dois jogos seguidos em casa, o FC Porto, desfalcado, perdeu com a Académica (0-1) e empatou com o U. Tomar (2-2), foi ultrapassado na tabela e Pedroto despedido. Uma vitória na Luz ainda dava para evitar o desastre, mas o resultado ficou no 0-0, num jogo de nervos e picardias. Desta vez, Otto Glória impôs-se a Morais e assegurou o título para o Benfica.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)