Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Pacto de não agressão

Os clubes profissionais comprometeram-se ontem, numa reunião no Porto, a não contratarem jogadores que rescindam sem justa causa.
23 de Março de 2007 às 00:00
Em foco está o acórdão do Supremo relacionado com o jogador Zé Tó, que poderia acabar com as cláusulas de rescisão.
A directora executiva, Andreia Couto, anunciou que a Liga evitou que o acórdão do Supremo transitasse em julgado e já iniciou conversas com o Governo para alterar o regime do contrato de trabalho desportivo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)