Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Paguem e eu saio!

José Mourinho fez saber ao patrão do Chelsea Roman Abramovich que está disposto a deixar o clube no imediato desde que lhe paguem os salários que deveria receber até final do seu contrato, que termina em 2010.
15 de Janeiro de 2007 às 00:00
Caso o magnata russo aceitasse, o treinador português receberia a maior indemnização da História do futebol: cerca de 37 milhões de euros. O ‘Sunday Times’ garantia ontem que Mourinho está cansado das interferências de Abramovich e seus conselheiros e já deu indicações ao seu empresário Jorge Mendes para analisar propostas de trabalho. Gigantes como Inter, Juventus, Milan e Real Madrid perfilam-se já para contratar o ‘special one’.
Neste braço-de-ferro com Abramovich, Mourinho tem do seu lado os adeptos do Chelsea – “stand up for the special one” (levantem-se pelo especial), cantou-se em Stamford Bridge no jogo com o Wigan – e ontem foi a vez do capitão John Terry mostrar o seu apoio ao técnico.
“Nós, jogadores mais experientes, somos leais a José e estamos dispostos a falar com a direcção para dizer que ele não pode sair. José é o melhor treinador do Mundo e sê-lo-á nos próximos 20 anos”, afirmou John Terry. Também Drogba se pôs ao lado de Mourinho: “Estamos apaixonados com a sua forma de treinar e com a confiança que ele injecta na equipa. Perdê-lo seria muito doloroso.” Nos dois jogo de ontem da Liga inglesa, o Newcastle foi a Londres vencer o Tottenham e o Everton empatou em casa com o Reading.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)