Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Patrício firme na titularidade

Rui Patrício vai ser titular do Sporting no jogo de sábado com o Olhanense, apurou o CM, pois Hildebrand ainda vai ter de passar por um período de adaptação. Além disso, o treinador está satisfeito com o rendimento apresentado pelo guarda-redes português nos primeiros jogos da época.
6 de Setembro de 2010 às 00:30
O treinador Paulo Sérgio está satisfeito com o rendimento do guarda-redes Rui Patrício
O treinador Paulo Sérgio está satisfeito com o rendimento do guarda-redes Rui Patrício FOTO: Nigel Roddis/Reuters

Hildebrand fez no sábado o primeiro treino com os companheiros e vem de um período de inactividade. Não treinou sequer com os habituais companheiros do centro da defesa – Carriço e Nuno André Coelho estão ambos nas selecções nacionais – e o entrosamento de Patrício com os colegas da defesa é incomparavelmente superior.

Paulo Sérgio sabe da importância de vencer o Olhanense, até porque o FC Porto recebe o Sp. Braga, e um dos adversários dos leões terá necessariamente de perder pontos. Também o Benfica tem um jogo de elevado grau de dificuldade em Guimarães, e o técnico não quer correr riscos, optando pelo onze habitual.

Hildebrand, tal como Zapater, vai precisar de um tempo para se ambientar e conhecer os companheiros. Paulo Sérgio defende que a presença de jogadores mais experientes ajuda na evolução dos mais jovens, e foi nessa perspectiva que o alemão foi contratado. Hildebrand não vai poder jogar nas competições europeias, mas vai ter oportunidades para mostrar o motivo da sua contratação.

RICARDO FOI HIPÓTESE

Ricardo, que foi dispensado do Bétis de Sevilha, chegou a ser ponderado como hipótese para o Sporting, depois de contactos entre Costinha e o guarda-redes, que foram companheiros de equipa na Selecção no Euro’ 2004 e também no Mundial 2006.

O guarda-redes tem um ordenado elevadíssimo em Sevilha, cerca de 150 mil euros por mês, verba fora das possibilidades do Sporting. Além disso, pessoas próximas de Costinha terão desaconselhado a contratação, pois Ricardo há muito que não é titular no Bétis e dificilmente constituiria uma boa opção para fazer evoluir Patrício, guarda-redes que tem muito mais ritmo competitivo.

Além do mais, apurou o CM, houve internamente quem lembrasse que Ricardo forçou a saída do Sporting em 2007, alegadamente devido a questões financeiras, precipitando a procura de um guarda-redes para o substituir: acabou, na altura, por vir Stojkovic.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)